Flávio Bolsonaro compara facada de Adélio a atentado do 11 de setembro

'Minha solidariedade a todos os familiares de vítimas de terroristas', escreveu o senador, republicando uma montagem do momento da facada ao lado das torres gêmeas atingidas

Por O Dia

Publicação compara facada em Bolsonaro à ataque terrorista nas torres gêmeas em 11 de setembro de 2001
Publicação compara facada em Bolsonaro à ataque terrorista nas torres gêmeas em 11 de setembro de 2001 -
Rio - O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) compartilhou, em sua conta de Instagram, uma montagem, publicada inicialmente pelo perfil verificado "PSL no Senado", comparando a faca sofrida por Jair Bolsonaro durante as eleições de 2018 com o ataque terrorista às torres gêmeas, no dia 11 de setembro de 2001.
"Minha solidariedade a todos os familiares de vítimas de terroristas", escreveu o senador, sugerindo que Adélio Bispo seria terrorista, como os membros da Al-Qaeda, e comparando seu pai às vítimas do atentado.
A comparação de Flávio Bolsonaro alimenta uma série de teorias conspiratórias e notícias falsas que circulam na internet, e vai na contramão da investigação da Polícia Federal e de laudos periciais oficiais, que, após a realização de uma série de exames e investigações, declarou Adélio inimputável por sofrer de transtorno delirante persistente - situação bem diferente da dos terroristas da Al-Qaeda que atacaram as torres gêmeas há dezoito anos atrás.

Comentários