Estabilidade só depois de dez anos

Por

O governo estuda ampliar, para dez anos, o tempo mínimo de trabalho que um servidor precisa ter no cargo para garantir a estabilidade. A regra valeria para novos concursados. O prazo não está fechado. Hoje, quem é aprovado em concurso faz estágio probatório de três anos.

Em conversa com o ministro da Economia, Paulo Guedes, Bolsonaro foi claro: está descartada mudança na estabilidade dos atuais servidores. Pela reforma, em estudo, quem entrar no serviço público vai trabalhar três anos antes de garantir a vaga. Nesse período, será avaliado.

O funcionário que tiver bom desempenho será efetivado, mas não terá estabilidade. Só depois de período maior - a discussão é se vai ser de dez anos - ganhará o direito de não ser demitido.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários