Matadores tiveram apoio de major da PM

Por

Mad, Leléo e Macaquinho seriam, segundo a Polícia Civil, matadores de aluguel do Escritório do Crime. Mad é suspeito de integrar o grupo que tentou roubar armas de uma casa de Ronnie Lessa, acusado do assassinato, um dia após o PM da reserva ter sido preso.

Nos áudios, Beto Bomba afirma que o trio teve apoio do major da PM Ronald Paulo Pereira, que teria comandado o grupo. Para a Civil e o MP do Rio, os assassinos são Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz, apontados como integrantes do Escritório do Crime. A gravação estava no celular de Sicilliano.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários