Por Agência Brasil
São Paulo - Diante do crescente aumento na demanda da rede pública de saúde no atendimento aos casos suspeitos e confirmados de coronavírus no Brasil, a Prefeitura de São Paulo, em parceria com empresas e o Hospital Israelita Albert Einstein, vai construir um novo Centro de Tratamento para a covid-19, com 100 leitos que atenderão o público exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Construído anexo ao Hospital Municipal M’Boi Mirim-Dr. Moysés Deutsch, onde o Einstein já é responsável pela gestão, a nova área terá seus primeiros 40 leitos entregues em apenas 20 dias. O restante será finalizado até 30 de abril. A unidade de saúde, posteriormente, será entregue à Prefeitura de São Paulo e passará a integrar a rede pública de saúde do município.
Publicidade
A Ambev vai contribuir na gestão do projeto e no custo da construção. A Gerdau oferecerá o aço e fará a montagem de estruturas metálicas. E o Hospital Albert Einstein vai colaborar com a gestão do atendimento.
O equipamento de saúde terá capacidade de expansão para até 200 leitos e aproximadamente 200 profissionais entre médicos e equipe multidisciplinar serão deslocados para a nova unidade, que contará com atendimento 24h.