Imagens de produtos danificados foram registradas em shopping no Brasil? Checamos

Fotos foram feitas em um shopping da Malásia e, segundo a administração do local, a loja já passou por um processo de desinfecção

Por AFP

-
Brasília - Publicações compartilhadas nas redes sociais desde meados de maio mostram várias fotos de produtos em mau estado juntamente à afirmação de que isto teria ocorrido em um shopping no Brasil devido ao fechamento ordenado por conta da pandemia do novo coronavírus. As imagens, contudo, foram feitas em um shopping da Malásia e, segundo a administração do local, a loja já passou por um processo de desinfecção.
"Shopping em Belém fechados 30 dias, sem ar condicionado. Vejam as fotos de um lojista q entrou em sua loja depois deste tempo. Não é só o prejuízo material é o psicológico tbm… [sic]" e "*Shopping Iguatemi - São Paulo/SP:* O que acontece quando desligam o ar-condicionado, dos shoppings, por mais de 30 dias", são as legendas de algumas publicações, compartilhadas dezenas de vezes ao menos desde o último dia 19 de maio no Facebook (1, 2) e também replicadas no Twitter.

Alguns usuários fizeram comentários lamentando a situação, como: "So posso dizer ‘Bolsonaro tinha razao’ [sic]” e "E agora, de quem ele cobrará os prejuízos?".

Outros, contudo, já indicavam que as fotos não correspondiam ao Brasil, apontando para elementos nas fotos, como palavras escritas em inglês: "Isso não é nem no Brasil mano KKKKKKKK [sic]" e "Isso foi na MALÁSIA. Aqui tem uma placa em INGLÊS. Quer mentir e espalhar fake news com foto em outro idioma, e ainda tem GADO que cai nessa. Ô povinho tosco".

Uma busca reversa por uma das várias fotos viralizadas nas redes sociais no Google Imagens mostrou como resultado diferentes matérias de veículos afirmando que o registro dessas fotografias foi feito na Malásia, não no Brasil.

Em uma delas é mencionado o usuário do Facebook Nex Nezeum, cujas fotografias publicadas em seu perfil foram compartilhadas mais de 48 mil vezes. A legenda que acompanha as imagens diz, em tradução livre do inglês: "Poder abrir a loja também não adianta... Mercadorias danificadas depois de ficar na loja por 2 meses".

O Checamos entrou em contato com Nezeum para saber se ele era responsável pelo registro, ao que ele respondeu: “Essas fotos foram feitas em uma loja de departamento chamada Metrojaya, em Kota Kinabalu, Sabah, Malásia. Eu não as tirei. Recebi de um grupo de WhatsApp”.

De fato, uma outra matéria sobre o mesmo caso menciona que a cena foi registrada na Metrojaya e coloca o link para a página no Facebook da loja.

Algumas das fotos viralizadas contêm a data em que foram feitas: 10 de maio de 2020.

Na página no Facebook da loja Metrojaya, por sua vez, há uma publicação do último dia 11 de maio com um comunicado a respeito dessas imagens: "A respeito da circulação on-line de fotos internas. A todos os nossos estimados compradores, gostaríamos de explicar as postagens nas redes sociais envolvendo a nossa loja Metrojaya Suria Sabah".

"As fotos em circulação foram tiradas exclusivamente para uso interno, enquanto nos preparávamos para reabrir nossa loja, que está fechada desde 18 de março de 2020, em conformidade com a Ordem de Controle de Movimento. Há várias razões para que os produtos tenham ficado nessa condição, e ainda estamos em processo de investigação. Todas as mercadorias danificadas foram retiradas de nossas prateleiras e substituídas por novos estoques", continua o comunicado.

Horas mais tarde no mesmo dia, a página da loja publicou três vídeos mostrando uma equipe retirando todos os produtos danificados das prateleiras e fazendo a higienização do ambiente. Também escreveu que a sua filial do shopping Suria Sabah estava em processo de limpeza.
Neste mês de maio, a Malásia começou a permitir que a maioria das empresas fosse reaberta, relaxando o bloqueio à medida que o surto de covid-19 diminui no país. Em meados de março foi ordenado o fechamento de tudo que não fosse essencial, já que estava sendo registrado um grande aumento no número de casos.

Até este 22 de maio, a Malásia registrava mais de 7 mil casos da doença e 115 mortes.

Em resumo, é falso que a fotografia de produtos danificados em uma loja tenha sido tirada em um shopping no Brasil. A imagem foi registrada na loja Metrojaya, do shopping Suria Sabah, em Kota Kinabalu, na Malásia. Segundo a página do estabelecimento no Facebook, ela já passou por um processo de higienização e as mercadorias foram retiradas do local.

Comentários