Bolsonaro teria distorcido fatos sobre obra da Havan em possível sítio arqueológico

Presidente falou na reunião ministerial que Iphan parou uma obra da Havan por ter encontrado 'cocozinho petrificado de índio'

Por iG

Vídeo de reunião do presidente Jair Bolsonaro e sua equipe
Vídeo de reunião do presidente Jair Bolsonaro e sua equipe -
Brasília - O presidente Jair Bolsonaro deturpou fatos na reunião ministerial que teve no dia 22 de abril ao criticar o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), segundo o jornalista Guilherme Amado.

Bolsonaro falou que o Iphan decidiu parar uma obra do empresário e apoiador Luciano Hang, das lojas Havan, por ter encontrado “cocozinho petrificado de índio”. A obra não foi interrompida. Segundo Guilherme Amado, uma consultoria foi contratada pelo empresário, que encontrou um item arqueológico.

A Havan assumiu a responsabilidade de suspender, por livre iniciativa, as atividades da obra, caso fossem encontrados sítios arqueológicos. O fato deve ser reportado ao Iphan.

Comentários