Mãe confessa ter matado o filho de 11 anos

Menino estava desaparecido desde o último dia 15

Por O Dia

Abraçada a Rafael, Alexandra já teve a prisão preventida decretada. A polícia não descarta a possibilidade de o caso ter outros envolvidos
Abraçada a Rafael, Alexandra já teve a prisão preventida decretada. A polícia não descarta a possibilidade de o caso ter outros envolvidos -
Rio Grande do Sul - A Polícia Civil encontrou, no fim da tarde desta segunda-feira, o corpo do menino Rafael Mateus Winques, de 11 anos, que estava desaparecido desde o dia 15 no município de Planalto, que fica a 406 quilômetros de Porto Alegre. Ele foi localizado em uma casa abandonada.
De acordo com as investigações, a mãe da criança, Alexandra Dougokenski, confessou o crime. Ela teria dado um medicamento para o filho, que segundo a acusada, era “muito nervoso”. No entanto, a versão será apurada pela polícia.
A chefe da Polícia Civil, delegada Nadine Anflor, disse em entrevista à Rádio Gaúcha que a mãe apontou onde o corpo foi abandonado após confessar o crime. Segundo a delegada, será apurada a eventual participação de outras pessoas no crime.
"Não se descarta a participação de outras pessoas. Isso não quer dizer que nós temos outros suspeitos, mas não se descarta em nenhum momento essa possibilidade", concluiu.
Rafael desapareceu 15 de maio, quando foi dormir e, na manhã seguinte, não estava mais em casa. Alexandra vivia com Rafael e seu outro filho, um adolescente de 16 anos.

Comentários