Com 'retomada consciente', Doria prorroga quarentena até dia 15 de junho

Entretanto, uma flexibilização em algumas regiões do estado está prevista para ocorrer a partir do dia 1º

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Governador João Doria amplia quarentena em São Paulo, mas com retomada de algumas atividades em junho
Governador João Doria amplia quarentena em São Paulo, mas com retomada de algumas atividades em junho -
São Paulo - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira um novo modelo de isolamento no estado. A quarentena foi prorrogada até o dia 15 de junho, mas haverá flexibilização da medida em algumas regiões a partir do dia 1º, visando a uma retomada da atividade econômica.

"Hoje é um dia importante pra São Paulo e os 46 milhões de brasileiros aqui. Estamos anunciando a retomada consciente a partir de 1º de junho. Manteremos a quarentena até 15 de junho, mas com a retomada de algumas atividades econômicas", disse Doria.

E acrescentou: "Todas as decisões do governo em relação à covid-19 foram pautadas pela ciência e medicina. Aqui não há achismos."

De acordo com Doria, o retorno será dado nas cidades que tiverem redução consistente no número de casos, nas que ofertarem disponibilidade de leitos nos hospitais públicos e privados, e nas que obedecerem o distanciamento social. O uso de máscaras continuará sendo obrigatório.

"O vírus afetou fortemente a economia do Brasil e do estado que lidera a economia do país. Mantivemos 74% das atividades em funcionamento", disse Doria. "A nova fase do Plano São Paulo não é um relaxamento, mas um ajuste fino de acordo com as necessidades regionais. E temos dados técnicos para garantir essa retomada segura", finalizou o governador.

Comentários