Mulher que se diz 'serva de Deus' espanca covardemente homossexual; vídeo

Acusada ameaçou de morte o funcionário de uma agência de viagem

Por O Dia

Passageiros registraram em vídeo o momento em que a mulher agrediu um funcionário homossexual
Passageiros registraram em vídeo o momento em que a mulher agrediu um funcionário homossexual -
Mato Grosso - Uma mulher de 42 anos foi presa após agredir um funcionário de uma agência de viagem na rodoviária de Lucas do Rio Verde, cidade localizada 330 km de Cuiabá, no Mato Grosso. O caso ocorreu no último domingo. Vídeo que circula na internet mostra que, além das agressões, a mulher faz comentários homofóbicos e de ódio afirmando várias vezes que ela é "serva de Deus" e que o rapaz teria que morrer.
Ela também quebrou equipamentos da agência com um bastão que delimitava a fila de atendimento e afirmou que "acima dela só Deus".
A vítima ainda tenta se desvencilhar da mulher, apesar de ser puxado pela camisa. "Não vou bater na senhora". As imagens, que foram feitas por passageiros que estavam na rodoviária, logo viralizaram na internet e geraram repúdio por conta da ação da suposta religiosa.

Comentários