Paraná vai assinar acordo com a Rússia para produção da vacina contra covid-19

Acordo prevê que o estado poderá fazer testes, produzir e distribuir a vacina

Por IG - Último Segundo

Rússia desenvolveu a primeira vacina contra o coronavírus
Rússia desenvolveu a primeira vacina contra o coronavírus -
Paraná - O Governo do Paraná anunciou, nesta terça-feira, que vai assinar um convênio com a estatal da Rússia para produzir a vacina Sputnik V. O acordo prevê que o Paraná poderá fazer testes, produzir e distribuir a vacina contra covid-19.
A previsão é de que o convênio seja assinado pelo governador Ratinho Júnior (PSD) e o embaixador da Rússia, às 14h00 nesta quarta-feira. O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) será responsável por todas as etapas, desde a pesquisa até a distribuição das doses da vacina russa.
Ainda conforme o governo do Paraná, após a assinatura do acordo, o próximo passo será o compartilhamento do protocolo russo com a Anvisa, para que a agência brasileira libere a realização dos procedimentos necessários para os testes.
Jorge Callado, presidente do Tecpar, ressaltou que a pesquisa vai avançar conforme o compartilhamento as informações. Se tudo ocorrer dentro dos protocolos previstos, a distribuição não deve ocorrer antes do segundo semestre de 2021.
“Antes da liberação, não há possibilidade de colocar nada em prática. Reitero que a prudência e a segurança são palavras-chave nesse processo”, pontuou o presidente do Tecpar. Com informações do G1.

Comentários