No momento, o governo federal custeia 3.372 leitos de UTI destinados aos pacientes com Covid-19
No momento, o governo federal custeia 3.372 leitos de UTI destinados aos pacientes com Covid-19Divulgação
Por O Dia
O número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados exclusivamente aos pacientes com Covid-19 financiados pelo Ministério da Saúde teve uma queda de 71% de julho de 2020 - no primeiro pico da pandemia - ao início deste mês. Os dados são do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass). As informações foram apuradas pelo portal G1.
Em julho do ano passado, eram 11.565 leitos habilitados, ou seja, financiados pela Saúde. Agora, o governo federal custeia 3.372 em meio ao agravamento da pandemia, com recordes de mortes diárias provocadas pela doença. Em dezembro, a pasta arcava com a despesa de 60% dos leitos do Sistema Único de Saúde (SUS). Esse percentual caiu pela metade em janeiro. Em fevereiro, ele passou a representar apenas 15%.
Publicidade
O motivo foi o término da vigência do decreto de estado de calamidade, em 31 de dezembro. A medida permitia a transferência de recursos extraorçamentários.
Procurados pelo O DIA, o Ministério da Saúde e o Conass não responderam até a última atualização desta reportagem.