Tripla infecção! Mulher é diagnosticada com Covid-19, Influenza e adenovírusReprodução

Goiânia - Nesta quinta-feira (6), a Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia, em Goiás, confirmou a primeira morte em decorrência da variante Ômicron da Covid-19 . Este é o primeiro óbito causado pela mutação do coronavírus no Brasil.

De acordo com informações do órgão, a vítima era um homem de 68 anos que estava internado, tinha doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão arterial. Ele já havia recebido três doses da vacina contra a Covid-19.
O homem teve contato com uma pessoa que havia testado positivo para a doença e já tinha tido a infecção pela variante confirmada.

A detecção foi feita pelo Programa Municipal de Sequenciamento Genômico, que tem analisado amostras positivas coletadas no município para mapear a informação genética e identificar as variantes da Covid em circulação. Por enquanto, 2.386 sequenciamentos já foram feitos na cidade e 55 casos da Ômicron foram confirmados.

O secretário de Saúde da capital goiana, Alessandro Magalhães, destacou a importância da vacinação contra a doença, além das medidas de contenção do coronavírus, como o uso de máscara de proteção, higiene das mãos e distanciamento social. "Nós perdemos um paciente vacinado, mas que tinha problemas crônicos de saúde, que são importantes fatores de risco da Covid-19. Infelizmente, ele não resistiu. Uma vida perdida em meio a milhares salvas pela imunização".