Samuel Malafaia: "Não somos alienados da política"

Irmão do pastor Silas Malafaia chegou a ter seu nome ventilado para vice de Paes

Por Sidney Rezende

Samuel Malafaia chegou a ter seu nome ventilado para o cargo de vice
Samuel Malafaia chegou a ter seu nome ventilado para o cargo de vice -
 A eleição municipal 2020 reforça a força dos evangélicos. Candidatos a prefeito já declararam que gostariam de ter na chapa algum representante do segmento. O deputado Samuel Malafaia, do DEM, irmão do pastor Silas Malafaia, integrante do mesmo partido do ex-prefeito Eduardo Paes, chegou a ter o seu nome ventilado para vice.
Com o surgimento do coronavírus, a mobilização dos religiosos ganha outro rumo. "Usamos nossos canais de comunicação e os cultos para difundir as informações de conscientização no combate ao vírus. As igrejas estão cientes de suas responsabilidades", disse.
"Não somos alienados e despreparados para os desafios da nossa sociedade. Ao longo dos anos, pessoas de todas as camadas sociais vêm aceitando o evangelho. Homens e mulheres com graduações idênticas aos que não são evangélicos têm ocupado a maioria dos cargos no Brasil. O mais importante é a competência para desempenhar a função", diz.
A família Malafaia atua na Assembleia de Deus há mais de 50 anos. Sobre o Rio, sob a ótica política, ele vê falhas na condução administrativa do prefeito, que é bispo da Universal. "O Crivella, ao contrário do Eduardo Paes, não conseguiu formar um time de colaboradores à altura das demandas de nossa cidade e dos grandes desafios da administração pública nesse momento de vacas magras. Então, ele tem boa intenção, mas as coisas não decolam", arremata. 
O que as igrejas evangélicas podem ajudar no combate ao coronavírus?
Não me canso de dizer q às igrejas tem um importante papel social. Em relação ao coronavírus, usamos nossos canais de comunicação e os cultos para difundir a informações de conscientização no combate ao vírus.

Alguns pastores disseram que não deixarão de abrir suas igrejas e fazer cultos. O que senhor pensa isso?
Penso que num momento como esse nós não podemos deixar de incentivar a fé do nosso povo. As igrejas estão cientes de suas responsabilidades e redobrando os cuidados

Como o senhor avalia a postura do seu irmão Silas Malafaia neste momento de propagação da doença?
Não poderia ser outra que não a de um líder espiritual e pastor. A fé cultivada na igreja alimenta o bom ânimo para enfrentar essas calamidades. E ele vem fazendo bem esse papel.
Ser irmão do pastor Silas Malafaia o ajuda ou prejudica na sua carreira política?

Ser irmão do pastor Silas Malafaia é coisa que muitos gostariam. Sempre ajuda, porque ele tem experiência e visão política, é conhecedor profundo da Bíblia, líder por excelência de milhares de pastores, está ciente das responsabilidades que temos. E ele está sempre pronto a cooperar, compartilhando a visão dos conflitos e das necessidades da população, e nos ajuda, como grande conselheiro e mentor que é, a enxergar a realidade e a decidir com mais sabedoria.

Qual a sua receita para solucionar os graves problemas financeiros do município do Rio?

Não tenho receita, e, sim, alguns planos que serão discutidos para formar nosso planejamento futuro. Cito alguns, como melhorar a infraestrutura para o turismo, por exemplo, escalonando os impostos dos hotéis, que devem seguir uma estratégia de pagamento mais elevado na alta temporada e menor na de baixa. Melhorar o transporte de massa, que está estagnado. Por que não desenvolver juntamente com o governo do estado um transporte através do mar ligando Recreio-Barra-Zona Sul-Praça 15? Os Ferryboats na Argentina ligam Buenos Aires a Montevidéu, no Uruguai, e aqui nós não aproveitamos a extensão do mar para fomentar essa solução.

Qual deve ser o posicionamento de um candidato diante dos governos Bolsonaro e Witzel?

Devemos nos posicionar como estadistas. Eliminando as discórdias pessoais em prol do entendimento mútuo e promovendo o bem comum para a população. Devemos colaborar e aceitar a colaboração dos governos Bolsonaro e Witzel, cada um no seu espaço, sem desrespeitar o espaço do outro.

Chico Alencar e os netinhos

Chico Alencar está isolado - ARQUIVO O DIA
 O ex-deputado federal Chico Alencar enviou mensagem privada para seus amigos: "de nossa parte, isolamento social, apoio aos profissionais de saúde, defesa do sucateado SUS, responsabilidade, amorosidade e cooperação. Sou do grupo de risco e estou cumprindo as recomendações de isolamento, até dos netinhos", escreveu.

Medidas de contenção da doença

O deputado Luiz Paulo (PSDB) apresentou cinco projetos de lei nesta quarta-feira, 18, como forma de amenizar os efeitos da crise provocada pela expansão do Coronavírus CODIV-19 no estado do Rio.

Eleições em Nova Iguaçu

 Nova Iguaçu deverá ser um dos municípios com mais dificuldade de algum partido alcançar a legenda nas eleições para vereador. Sem coligação, só poderão ser lançados no máximo 17 candidatos por partido, 11 homens e 6 mulheres. A legenda deverá subir para pelo menos 32 mil votos, isso, com quase a metade dos candidatos por partido. Caso nenhum partido alcance a legenda teremos a inusitada hipótese de ocorrer o distritão, em que serão eleitos os mais votados.

Os "acolhedores" são a salvação

 A exemplo de outras eleições, o senador Flávio Bolsonaro é o articulador do destino da ala bolsonarista que deverá ser expulsa do PSL. O grupo chama o Republicanos e PSD de partidos "acolhedores".

PICADINHO

 Senac RJ promove Feira Virtual de empregos e estágios de 23 a 27 de março. São 1.500 vagas em empresas parceiras. 
A Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (ASSERJ) registrou aumento de 9,2% nas vendas, em geral, nos supermercados do Rio no último final de semana, dias 14 e 15 de março, se comparado ao final de semana passado.
A Corrida Insana, inicialmente prevista para 29 de março, teve que ser adiada para 5 de julho por conta do coronavírus. Evento será na Marina da Glória.

Comentários