Leandra Leal volta ao Rio com o espetáculo 'PI - Panorâmica Insana'

Peça marca a reinauguração do antigo teatro Adolfo Bloch, na Glória

Por Juliana Pimenta

Lenadra Leal durante coletiva de imprensa no Teatro Prudential
Lenadra Leal durante coletiva de imprensa no Teatro Prudential -

Rio - Produtora, diretora e roteirista, Leandra Leal volta ao Rio, dessa vez como atriz, no espetáculo 'PI - Panorâmica Insana', que estreia amanhã, no recém-inaugurado Teatro Prudential, na Glória. A peça tem também no elenco Cláudia Abreu, Luiz Henrique Nogueira e Rodrigo Pandolfo. "É uma honra estar reinaugurando este teatro (antigo Teatro Adolfo Bloch) com 'PI', porque este prédio faz parte da história da minha família. E uma coisa legal é que, lá em São Paulo [com a primeira temporada], nós também reinauguramos o Teatro Novo com a peça", comenta a atriz.

Dona do Teatro Rival, na Cinelândia, Leandra lamenta ainda que o cenário político e econômico não é bom. "É um momento de ataque ao fazer cultura. Se a gente fizer a conta do número de teatros fechados no Rio é uma coisa assustadora. Então é muito bom apoiar iniciativas que invistam em cultura".

Além da coincidência de voltar a um teatro no Edifício Manchete, Leandra destaca a importância de trazer o espetáculo para sua terra natal. "A gente construiu a peça aqui, mas não pôde apresentar pelas dificuldades que a cultura enfrenta no Rio. Estamos chegando com muita excitação. Nós queríamos muito chegar na nossa cidade, onde a gente mora, e mostrar a peça para os nossos amigos e a nossa família. É um aspecto pessoal que é super importante", comemora.

Temática

Leandra comenta que a peça, conduzida por diversos personagens e com temáticas diferentes atrai a múltiplos públicos. "Em São Paulo foi uma loucura, juro, lotava de gente todo dia e todo tipo de gente". Os temas do cotidiano também são atrativos para a plateia. "Nós não falamos só de violência. Mas a violência é um dos temas da peça. A peça é toda construída com temas contemporâneos e tipos comuns".

Rodrigo Pandolfo, parceiro de cena de Leandra, defende que o espetáculo diz a que veio com muita garra. "Ele dialoga com esse momento do Brasil. É um aparente caos, mas existe uma ordem no caos. Mas é apenas um reflexo do caos que a gente está vivendo. E a gente trabalha para de dentro desse caos gerar lucidez. Todos os personagens são identificáveis. Ou você se identifica ou identifica alguém do seu lado".

Já Cláudia Abreu destaca que a peça lança um olhar sobre a humanidade, ou a falta dela. "A gente perdeu a capacidade do espanto com tanta maldade. Eu lembro de um dia em que me choquei com a notícia de um estudante de Medicina, que em um grupo de Whatsapp, combinou de matar uma mendiga. Eu cheguei ao ensaio tão chateada, que essa mendiga 'veio' para o palco. Eu queria colocar esse espanto no palco. A peça é emocionante, mas também provoca riso. Nem que seja de nervoso".

Projetos para TV

Leandra comenta que em breve deve estrear a primeira temporada da série 'Aruanas', que protagoniza ao lado de Débora Falabella, Taís Araújo, Camila Pitanga e Thainá Duarte, no Globoplay, canal de streaming da TV Globo. Mais para o fim do ano, a atriz volta a assumir como diretora na série 'A vida pela frente', também para o Globoplay.

Serviço

Teatro Prudential. Rua do Russel, 84 - Glória

Estreia sexta 24/05

Quinta, sexta e sábado, às 21h. Domingo às 18h.

Quinta: R$ 80,00

Sexta: R$ 90,00

Sábado e domingo: R$ 100,00

 

Galeria de Fotos

Lenadra Leal durante coletiva de imprensa no Teatro Prudential Luciano Belford / Agência O Dia
Leandra (E), Luiz Henrique, Cláudia e Pandolfo em cena João Caldas/Divulgação

Comentários