Casuarina canta sambas da Jackson do Pandeiro em espetáculo no Teatro Riachuelo - Felipe Giubilei / Divulgação
Casuarina canta sambas da Jackson do Pandeiro em espetáculo no Teatro RiachueloFelipe Giubilei / Divulgação
Por THIAGO ANTUNES
Rio - O Casuarina, grupo de samba com 17 anos de estrada, fará uma homenagem a Jackson do Pandeiro, o Rei do Ritmo, que faria 100 anos neste mês de setembro. O alagoano, um dos maiores nomes da música popular brasileira, inovou e revolucionou no uso do instrumento e morreu em 1982, aos 62 anos. O espetáculo 'Cem Anos do Rei do Ritmo - Casuarina canta os sambas de Jackson do Pandeiro', acontece neste fim de semana e no próximo na Caixa Cultural, no Centro do Rio, e joga luz sobre suas obras dentro do gênero, além de destacar outras músicas não tão conhecidas de seu cancioneiro.
"Essa homenagem veio na esteira do centenário do Jackson. O que acontece é que, como eu sabia que iam ter muitas homenagens neste ano pela importância dele, decidi fazer um recorte onde a gente ficasse na nossa área de conforto. O Jackson é associado à musica nordestina, mas compôs e gravou muitos sambas, inclusive se orgulhava disso. Então, baseado nesses sambas, veio a possibilidade de mostrar ao público um aspecto desconhecido dessa obra untuosa dele", conta Gabriel Azevedo, pandeirista do Casuarina e diretor musical do espetáculo.
Publicidade
Gabriel também falou ao DIA sobre a relação com o instrumento de Jackson do Pandeiro. "Foi o primeiro cara que trouxe o pandeiro como protagonista, os beats se associavam. Tenho essa relação de afeto como pandeirista, é muito importante o que ele trouxe".

O repertório inclui músicas como 'Chiclete com banana', 'Samba do ziriguidum', 'A ordem é samba' e outras. No palco, estarão Daniel Montes (violão de 7 cordas), Gabriel Azevedo (pandeiro e voz), João Fernando (bandolim) e Rafael Freire (cavaquinho). "Algumas músicas são muito importantes para o Casuarina, como 'Chiclete com banana', que gravamos no nosso primeiro DVD. Por outro lado, outras canções como 'Passe na Lapa', que fala da Lapa, onde começamos nossa história, nos pegaram de surpresa. Eu confesso que não conhecia essa música, fui saber dela na pesquisa sobre a obra dele. Ela e outras músicas desconhecidas ganham um certo destaque", avisa o músico, que garante músicas do grupo no setlist.

"A gente sempre faz. Já estamos no sexto projeto de homenagens, e sobra sempre um pedacinho para nossas músicas. Não é muita coisa, até porque não daria para fazer aquilo que a gente se propôs, mas sempre separamos um pedaço, a galera pode ficar tranquila".
Sobre novidades, Gabriel adiantou que o quarteto deve lançar material inédito entre novembro e dezembro, quando completa 18 anos de trajetória. "Estamos preparando uma série de vídeos e músicas que já gravamos. Será um material audiovisual bacana, com um apanhado da nossa carreira", adianta. 
Publicidade
Serviço - 'Cem Anos do Rei do Ritmo - Casuarina canta os sambas de Jackson do Pandeiro'

Quando: 13, 14 e 15/09 e 20, 21 e 22/09 (sexta a domingo)

Horário: 19h
Onde: Caixa Cultural - Avenida Almirante Barroso, 25, Centro - Ao lado do metrô da Carioca

Ingressos: R$ 30 | R$ 15 (meia-entrada)