Mayana Neiva: segredo para corpão é 'ser feliz'

Atriz fala dos benefícios da medicina ayurveda e da sua preparação para a novela das seis

Por Gabriel Sobreira

Mayana Neiva
Mayana Neiva -

Rio - Mayana Neiva, de 36 anos, jura que o segredo para ter um corpão é "ser feliz". "Me conectei muito com o ayurveda, que é uma medicina indiana que trabalha com as energias do corpo. É um conceito de saúde bem expandido", diz a intérprete da interesseira Karine, que deve entrar no mês que vem em 'Éramos Seis', da Globo.

Tempo certo

Segundo a atriz, a prática alimentar dela ajuda a entender o que precisa a cada tempo. "Não é a mesma receita que você vai comer sempre", explica. De acordo com Mayana, dependendo de como a pessoa está se sentindo, ela precisa de um tipo de alimento. "Isso te ajuda a entender as dinâmicas corporais em relação ao tempo, te insere em um contexto maior de saúde. Comecei com a minha paixão pelo veganismo há cinco anos. Mas o ayurveda é uma coisa recente, é um entendimento mais holístico, mais profundo da saúde", detalha.

Quando questionada se come na rua, a paraibana confessa que sim. "Não tem como não (comer). A rotina da gente é muito corrida. Mas só você entender e fazer um pouquinho em casa, entender essa dinâmica, os sinais do corpo, já te dá amplitude em relação à sua saúde", afirma ela. "É muito maior do que 'quero emagrecer', 'quero engordar'", acrescenta.

Trabalho

Aliás, para 'O Outro Lado do Paraíso', Mayana precisou ganhar mais alguns quilos a pedido da direção da novela. "Mas essa ('Éramos Seis') não teve ainda um pedido específico", conta. A propósito, a atriz vem de uma série ('Rota de Ódio', da Universal) e de um filme ('Águas Selvagens') rodado na Argentina. "Vim de dois sets completamente diferentes e estou chegando agora. A gente sempre tenta melhorar, acho que perdi uns dois quilos", entrega.

No folhetim de Angela Chaves, Mayana vive a segunda mulher de Assad (Werner Schünemann), bem mais jovem que ele, fútil e prepotente. Uma pessoa completamente interesseira. "É uma mulher que vem para movimentar a vida dele. Entra na segunda fase, já nos anos 30. Karine é uma mulher bem à frente de seu tempo e traz um traço de ousadia e modernidade", afirma. "A autora aproveitou essa oportunidade (de remake) para reconstruir personagens femininos, que ganham relevância agora em 2019", completa.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Mayana Neiva Reprodução
Mayana Neiva Reprodução
Mayana Neiva Reprodução

Comentários