Sheron Menezzes, a Gisele de 'Bom Sucesso', faz filme em família

No curta-metragem 'A Namoradeira', trabalham a atriz, sua mãe, seus irmãos e seu cunhado

Por O Dia

Sheron Menezzes no filme
Sheron Menezzes no filme -

Rio - "Olhar para o set de filmagem e ver a minha irmã caçula Sol Menezzes trabalhando como assistente de direção foi o momento mais emocionante deste projeto", conta a atriz Sheron Menezzes, ao lembrar dos bastidores do curta-metragem 'A Namoradeira', que estreia hoje no Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul, no Cine Odeon, na Cinelândia. E que foi uma produção familiar: além de Sol, a produção tem Sheron no papel principal. Tem também o roteiro de Veralinda Menezes, mãe da atriz. E é produzido pela Príncipes Negros Cultural, fundada por Veralinda, Sol e Drayson Menezzes, o outro irmão de Sheron, que também é ator do filme.

Mais: comandando 'A Namoradeira', está Licínio Januário, responsável pela Bará Filmes e cunhado da artista. A obra estrelada por Sheron aborda temas complexos como violência e educação sexual, religiosidade, abandono psicológico e suicídio ao contar a história de Naná (Sheron), uma mãe ausente que não percebe o sofrimento da filha Lucia (Julia Carvalho/Mariana Oliveira) durante anos por conta de abusos sofridos dentro da própria casa. Mesmo com o tema bastante sério, a atriz relata a boa vibração que sentiu ao fazer um trabalho em família.

"Essa experiência foi muito especial. Eu sou a mais velha dos meus irmãos e comecei na dramaturgia muito antes deles. Depois, cada um despertou para arte, estudou e iniciou a sua trajetória. Ver este projeto com uma história criada pela minha mãe, o meu cunhado dirigindo e meus irmãos envolvidos, me deu um baita orgulho", entrega Sheron, que também está no ar na novela 'Bom Sucesso', como a Gisele. "Agora quero ver todo mundo transformando esse filme em um longa", completa.

Veralinda, que assina pela primeira vez o roteiro de um filme, lembra como se deu o comecinho da história: "Quando mostrei para a Sheron o texto, ela gostou e disse que se virasse filme, faria. Eu quase não acreditei. Depois, eu comentei sobre isso com o Licínio Januário, mostrei o roteiro e ele animou todo mundo: 'Então vamos fazer! Vai ser a estreia da Bará Filmes!'", lembra.

"Eu vibrei: imaginem um filme feito em família! E foi quando entrou a minha filha Sol, decidida a produzir. Acabou que ela ficou também na assistência de direção. Virou uma parceria em família e das nossas produtoras: a Príncipes Negros Cultural e a Bará Filmes. Em fevereiro, o sonho virou realidade, foram chegando mais parceiros e a ideia tomou corpo", continua.

Licínio, diretor do curta, ressalta a importância de debater com o público temas tão complexos. "Eu penso que certos problemas sociais prevalecem porque a gente não conversa sobre eles. Tenho seis irmãs e graças a Deus elas nunca passaram por uma situação de violência sexual. Mas muitas amigas próximas, já. Eu não sabia e se não fosse o processo do filme, talvez nunca soubesse", afirma.

Nesta parceria, entrou a co-diretora Jessica Barbosa para ajudar Licínio a ter um olhar feminino sob assuntos tão duros. "Ele buscava não só alguém que estivesse no lugar de fala, pensando os aspectos de direção junto, mas que conduzisse cenas de cumplicidade feminina com as protagonistas", explica Jessica.

Sol Menezzes, que acaba de estrear a série 'Irmandade' (Netflix), na qual vive a personagem Juliana, finaliza: "'A Namoradeira' mostra a hipocrisia de uma família de 'pessoas de bem' que prezam por valores que não cumprem. Acho um filme de extrema importância para os dias atuais. Precisamos estar atentos às nossas crianças e aos sinais que elas dão. Crianças traumatizadas viram adultos traumatizados e essa 'regra' precisa acabar urgentemente", diz.

Elenco

Além de Sheron, 'A Namoradeira' tem na ficha técnica Júlia Carvalho, Mariana Oliveira (ambas interpretam a filha da personagem de Sheron, Lúcia), Pedro Sá Moraes (Mauro), Cridemar Aquino (Pedro) e Polly Marinho (Jurema). Cadu Paschoal divide a assistência de direção com Sol Menezzes.

"Eu faço as regras"

Novidades no caminho de Gisele, personagem de Sheron Menezzes em 'Bom Sucesso', previstas para ir ao ar nesta semana. A malévola vai encerrar o relacionamento com Diogo (Armando Babaioff) ao descobrir que ele cometeu mais um assassinato - o vilão planejou a morte de Willian (Diego Montez) mas acabou matando Felipe (Arthur Sales) em seu lugar, após sabotar um elevador da editora.

A vilã ainda decide prejudicar o ex-amante, tencionando revelar um documento que comprova que ele é estéril - e, portanto, não é o pai do filho de Nana (Fabíula Nascimento). Chega a falar sobre isso para Willian. Ainda assim, ela avisa para Diogo que pretende continuar dando o golpe na família de Alberto (Antonio Fagundes) ao lado dele, porém sem manter o relacionamento e sem matar ninguém. "Agora eu faço as regras. É melhor você se comportar", afirma a secretária.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Sheron Menezzes no filme Divulgação
O diretor Licinio Januário Bony Conteville/Divulgação
Sheron Menezzes em família, com a mãe e os irmãos Karina Martini/Divulgação
Trabalho feito em família: Sheron Menezzes em família, com a mãe e os irmãos; acima, em uma das cenas de 'A Namoradeira' Karina Martini/Divulgação

Comentários