Taís Araújo lembra de críticas que recebeu na época de 'Viver a Vida'

"Fiquei muito abalada. Minha carreira era muito próspera. Não conhecia isso", lembra a atriz, que é protagonista da próxima das 21h, 'Amor de Mãe'

Por BÁRBARA SARYNE

Taís Araújo
Taís Araújo -

Rio - Taís Araújo está se preparando para estrear como uma das protagonistas de 'Amor de Mãe', novela que substituirá 'A Dona do Pedaço'. Escrita por Manuela Dias, a trama marcará o retorno da artista ao horário nobre depois de interpretar Helena, de 'Viver a Vida', em 2009.

Voltar para esse horário uma década depois é um misto de alegria e frio na barriga. A atriz foi a primeira protagonista negra das 21h, mas lembra até hoje do quanto foi criticada durante a novela de Manoel Carlos. Na ocasião, a Helena de Taís foi ofuscada pela personagem de Alinne Moraes, a modelo Luciana, que sofreu um acidente e ficou paraplégica na trama.

"Fiquei muito abalada naquela época porque até ali tinha passado imune às críticas. Minha carreira era muito próspera. Não conhecia isso", desabafa a estrela, pronta para assumir Vitória, uma advogada ambiciosa, na nova novela das nove. "Sei que ainda vou ser criticada, mas agora não tem mais ineditismo. Já sei como é, estou vacinada", completa, aos risos.

Para Taís Araújo, o lado bom de envelhecer é começar a enxergar os problemas do tamanho que eles realmente são. Mais confiante e madura, a atriz define a profissão como um "eterno recomeço". "Toda vez que você termina uma novela ou filme é como se você encerrasse a carreira ali e começasse novamente em outro trabalho. Hoje enxergo que as críticas fazem parte da caminhada, do processo, não tem como evitar", afirma.

Evolução

Além de crescer com as críticas, o tempo fez a artista perceber que o mundo mudou e, felizmente, mulheres negras têm conquistado mais espaço na televisão. Se há dez anos Taís interpretava a primeira protagonista negra do horário nobre, hoje a atriz comemora a presença de outras artistas da raça interpretando mulheres fortes, como Érika Januza, Jéssica Ellen e Sheron Menezzes.

"Melhorou muito. A gente vê pela quantidade de atores escalados e a qualidade dos personagens. Antes só tinha um ou dois atores negros nas novelas, sem tramas boas. E isso está mudando. O ideal seria ligar a TV e não parecer que estamos na Suécia, mas sinto que avançamos muito. Quero que outras mulheres negras tenham as mesmas oportunidades que já tive", garante.

Ficção e realidade

Sem poder adiantar o que está por vir em 'Amor de Mãe', Taís conta que sua personagem é cheia de camadas. Ao mesmo tempo que sonha em gerar um filho, a advogada ganha a vida defendendo políticos e empresários corruptos. "Ela é competente, séria, mas defende uns caras que não têm ética. Acho que nessa novela não vai dar para a gente olhar para uma pessoa e classificá-la como uma coisa só. A trama é ampla. Ninguém é só vilão ou mocinho ali".

O sonho de engravidar deixará a personagem tão obcecada que seu casamento com Paulo (Fabrício Boliveira) acabará indo para o ralo. Na vida real, porém, a atriz afirma que os filhos nunca foram um problema para sua relação com o marido, o também ator Lázaro Ramos.

"Filho pode atrapalhar quando os pais têm ideias diferenciadas sobre educação. No nosso caso, a gente não tem nenhuma divergência. A gente conversa e concorda sobre tudo que é relacionado aos nossos filhos. Nos respeitamos muito e mesmo quando pensamos diferente, conversamos sobre o assunto sem estar na frente deles. Acreditamos que as crianças devem ser preservadas", revela a musa.

 

Casal de sucesso

Em setembro, Taís e Lázaro comemoraram 15 anos juntos e trocaram declarações nas redes sociais. Ao falar sobre o "aniversário", a atriz admite viver dias difíceis com o parceiro, mas garante que sua vontade de permanecer ao lado de Lázaro supera qualquer problema. Sem se considerar parte de uma "família padrão", pois o trabalho a impede de ter uma rotina regrada, Taís diz que os dois fizeram do tempo um aliado.

"Ano passado fiquei 4, 5 meses morando em São Paulo e ele ficou sozinho com as crianças no Rio. Foi muito tempo longe. Por isso digo que não somos um casal padrão. Em todos esses anos, lidar com o tempo foi o mais difícil porque o tempo, seja o de relacionamento ou o que passamos longe, desgasta as coisas. O segredo é aprender a driblar e fazer dele seu amigo. Focamos nas qualidades que o tempo trouxe para a gente. Amadurecemos, crescemos juntos. Casei com 25 anos e hoje vejo o quanto era novinha", opina Taís.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Taís Araújo Debora Falabella/Reprodução
Taís Araújo Globo/Paulo Belote
Taís: feliz com os novos desafos, e com os 15 anos ao lado de Lázaro Ramos Globo/Fabio Rocha
Taís Araújo Reprodução
Taís Araújo Reprodução
Taís Araújo Ale de Souza/Reprodução
Taís Araújo posa com elenco da terceira temporada do 'PopStar', da Globo Globo/Paulo Belote

Comentários