Só Pra Contrariar comemora 30 anos no Vivo Rio após virar meme por causa de 'Interfone'

"O brasileiro brinca com tudo", diz Fernando Pires, que diz sentir falta de boas canções no rádio. "Por isso as pessoas ouvem músicas antigas"

Por RICARDO SCHOTT

Só Pra Contrariar
Só Pra Contrariar -

Rio - O Só Pra Contrariar comemora 30 anos de existência. Alguns integrantes saíram, o ex-vocalista Alexandre Pires está em carreira solo e o grupo de samba agora é um quarteto, com os integrantes originais Fernando Pires, Luiz Fernando, Juliano Pires e Alexandre Popó. O grupo mineiro festeja o aniversário neste sábado no Vivo Rio (às 21h, com ingressos a partir de R$ 100). Lançam o disco 'O Lado B do SPC' (só com músicas pouco conhecidas do repertório) e avisam que a apresentação será uma celebração da história da banda.

"Todos os artistas tocam músicas uns dos outros nos shows. E a gente faz duas horas de show tocando nosso próprio repertório. Isso é raro no mercado. É algo que vem do respeito e do cuidado que a gente tem com nossa música e com nosso público", conta Fernando, cujo grupo promete hits como 'Depois do Prazer', 'Mineirinho', 'Minha Metade', 'Essa Tal Liberdade', 'Sai da Minha Aba (Bicão)' e outros.

O disco novo, até o momento, só está nas plataformas digitais. Uma realidade bem diferente dos anos 1990, quando os CDs do Só Pra Contrariar chegavam nas lojas de departamentos aos milhares e ganhavam disco de diamante antes mesmo de serem comprados pelos fãs.

"A gente já saía com um milhão de cópias vendidas. E a gente veio do vinil, né? Lembro até hoje quando saiu o disco com 'A Barata', num vinil com capa amarela. E nessa época o LP já estava acabando, já era CD", conta Fernando.

O músico acompanha a nostalgia do pagode dos anos 1990 e acredita que isso tenha a ver com a falta de boas canções para ouvir no rádio. "Por isso é que as pessoas estão ouvindo mais músicas antigas. O público de 30, 40 anos tem que sair mais de casa pra ver shows, o saudosismo tira mais esse público de casa. A gente hoje está refém de um só gênero musical, que é o sertanejo. Nos anos 1990 você teve a explosão do samba, e tinha também o próprio sertanejo, o pop, o rock, o forró. Deve ter muita gente com a minha idade, 45 anos, que se pergunta: 'Pô, mas o que eu vou ouvir?'", diz.

Meme do porteiro

O Só Pra Contrariar virou meme nas últimas semanas, por causa dos depoimentos do porteiro do condomínio onde vive o presidente Jair Bolsonaro. Não que o grupo esteja envolvido no caso, claro. O problema é que um dos hits do SPC é a romântica 'Interfone', dos versos "mas o porteiro é novo/ele não me conhece/tá cheio de suspeita, tá desconfiado". Fernando diz que achou graça dos memes. "O brasileiro brinca com tudo, né? Eu acompanho pouco política, quase nada, mas vi os memes", diz, garantindo que a canção estará no show.

Composta por Altay Veloso e lançada em 1999, 'Interfone' cita na letra três programas de TV que não existem mais, por sinal: 'Programa do Jô', 'Intercine' (sessão de cinema da Globo), 'Perfil' (atração de variedades apresentada por Otávio Mesquita). Vai rolar uma atualização da letra? "Nunca nem pensei nisso, acredita? Era uma coisa mais da época, mesmo. Acho que a galera canta a letra e nem percebe os nomes dos programas, nem sabe o que é 'Perfil'", conta Fernando.

 

Alexandre

Ex-cantor do SPC, Alexandre Pires deixou a banda logo após o CD 'Acústico', de 2002. Em 2014, retornou para a turnê de 25 anos, que rendeu CD e DVD ao vivo. Sem crise: Fernando esclarece que as saídas do irmão foram sempre planejadas.

"Na época, brincamos que quando o grupo fizesse 25 anos, a gente ia fazer uma turnê e ele iria voltar", brinca. "Em 2002, ele teve uma proposta para fazer um trabalho solo voltado ao mercado latino. Seria injustiça da nossa parte segurá-lo. Alexandre sempre foi um cara fora da caixinha. Ele é como Pelé, Ronaldinho Gaúcho, um cara diferenciado".

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Só Pra Contrariar Divulgação
Só Pra Contrariar fotos Divulgação
SPC com Alexandre (em 1994, acima, e 2014) e hoje (D) Divulgação
Só Pra Contrariar: aula de história no palco do Vivo Rio Divulgação

Comentários