João Bravo - Reprodução
João BravoReprodução
Por Juliana Pimenta

Rio - Se em 'Bom Sucesso' Peter dá muito trabalho para a mãe, Paloma (Grazi Massafera), João Bravo garante que no dia a dia é muito diferente do seu personagem. Enquanto o caçula da família do subúrbio sonha em ser influenciador digital, o ator de 10 anos diz que não é muito ligado nas novas tecnologias.

"Eu nem tinha telefone até pouco tempo atrás. Ganhei um quando já tinha começado a novela", conta o menino que, apesar de não viver conectado, afirma estar por dentro das novidades. "Sempre vejo o que está acontecendo nas minhas redes sociais e também acompanho pelos meus pais", relata.

Continuando a listar as diferenças, João garante que é um excelente aluno na escola, ao contrário de Peter, que faz corpo mole nos estudos. "As minhas notas são ótimas, sou muito tranquilo no colégio e gosto muito de ler", destaca ao falar das poucas semelhanças com o irmão de Gabriela (Giovanna Coimbra) e Alice (Bruna Inocencio). "Nós somos parecidos no amor e carinho com a família. Ah, ele é agitado, e eu também", conta.

Para o jovem ator, o papel na novela foi um presente. Mas os motivos para comemorar não param por aí. João se empolga, inclusive, ao falar dos colegas de elenco de 'Bom Sucesso'. "É a minha segunda família, a Grazi é supercarinhosa e me ajuda muito. Com as minhas irmãs, me divirto muito dentro e fora de cena", destaca.

Reconhecimento

Além do carinho com a família da ficção, João comemora a relação com Valentina Vieira, intérprete da Sofia. "Somos amigos para sempre. A Valen é muito especial", diz o artista, que acaba de ser indicado ao troféu 'Melhores do Ano', do 'Domingão do Faustão', concorrendo com a nova amiga na categoria Ator/Atriz Mirim de 2019.

"Estava gravando e fiquei feliz demais em saber da indicação. Já é um prêmio", comemora João, que já foi vencedor da mesma categoria em 2017, pelo papel de Dedé, o filho de Bibi (Juliana Paes), em 'A Força do Querer'.

Lazer e tempo livre

Frequentando a escola com regularidade e gravando com frequência, João tem tido pouco tempo livre para descansar. Mas ele já decidiu o que fazer e para onde ir assim que sobrar uma brecha. "Eu gosto de ir pra Saquarema, na Região dos Lagos, ficar com meus amigos, primos. Andar de caiaque, pegar onda e andar a cavalo", revela o jovem, que já adicionou um novo passatempo à sua lista.

"Gosto de ler um bom livro. Gosto de ler aventuras, mas se me der outro que não seja, eu leio também", destaca.

 

Você pode gostar
Comentários