Mateus Solano e Thiago Fragoso se beijam em premiação no Rio

Intérpretes de Félix e Niko foram homenageados no 16º Prêmio Contigo pelo trabalho em 'Amor à Vida'

Por tabata.uchoa

Rio - Para os fãs de "Amor à Vida" e, principalmente, do casal Félix e Niko, a noite do 16º Prêmio Contigo! de TV, que aconteceu na segunda-feira, serviu para matar as saudades - e com beijo e tudo. Mateus Solano e Thiago Fragoso, que protagonizaram o beijo gay no ultimo capítulo da trama de Walcyr Carrasco, deram um veloz repeteco no palco do Golden Room no Hotel Copacabana Palace.

“Que delícia receber esse prêmio das mãos do meu carneirinho”, brincou Solano ao pegar o troféu de Melhor Ator de Novela, entregue por Fragoso, e dar um selinho no amigo. “Eu quero dividir esse prêmio com o elenco todo, com Walcyr, com Maurinho (Mendonça, diretor), mas em especial com os anônimos que fazem o Félix continuar vivo apesar de mim”, disse o ator, que listou uma série de perfis em redes sociais que usam o nome do personagem para publicar suas frases absurdas. “Vocês criaram um fenômeno que não tenho nem como agradecer”, completou.

Thiago Fragoso e Mateus Solano se beijam em premiação no RioAg. News

Um pouco antes, Fragoso subiu ao palco para receber o troféu de melhor ator coadjuvante por Niko. “Essa ocasião premia a proposta de abordagem de um olhar puro para todo universo da homoafetividade, que é uma proposta inédita. É a história de duas pessoas do mesmo sexo que se amam. Aconteceu por aposta do Walcyr Carrasco e é isso que o Niko representava. Era uma pessoa que acreditava no conto de fadas”, pincelou. Aliás, o beijo gay no palco serviu para fechar com chave de ouro a edição que levantou o assunto tabu. Com apresentação de Taís Araújo e Lázaro Ramos, o prêmio exibiu diversas conquistas e assuntos polêmicos já abordados em novelas por toda sua história.

“Amor à Vida” continuou bem representada com nomes como Tatá Werneck (Revelação da TV), Elizabeth Savalla (Atriz Coadjuvante de Novela) e Vanessa Giácomo (Melhor Atriz de Novela). Como era de se esperar, “Amores Roubados” foi outro projeto que se destacou na noite de gala. Dira Paes e Cauã Reymond levaram como Melhor Atriz e Melhor Ator.

“Esse é um dos melhores projetos que já fiz e já estive, por isso queria agradecer o Villamarim (diretor). Você foi parceiro na criação e guia no caminho. George (Moura, autor), Walter Carvalho e Dira, Ísis (Valverde), Patrícia (Pillar)... Todos os atores com queml contracenei. Eu perdi meu avô, que era um pai para mim e um paraibano porreta, há dois anos. Por isso, quero dedicar esse prêmio para ele e para minha filha, Sofia”, disse Cauã.

Entre os homenageados, Paulo Goulart e José Wilker, que morreram este ano, foram aplaudidos de pé, assim como uma emocionada Nathália Timberg, que viu sua carreira repassar diante dos olhos. “Se eu existo de alguma forma, é graças a vocês. Obrigada. Tenho que agradecer todo mundo. Quando eu cheguei aqui hoje, eu estava comentando como vocês são lindos por fora, por dentro… Esse prêmio é para todos que ajudam a construir tudo que vemos, pensamos, acreditamos, amamos... Que é esse ofício incrível que faz de todos nós uma família”, discursou a veterana, com a voz embargada.

Confira abaixo na lista completa dos vencedores do 16º Prêmio Contigo! de TV:

- Melhor Atriz Coadjuvante de Novela: Elizabeth Savalla, por Marcia de "Amor à Vida"

- Melhor Ator Coadjuvante de Novela: Thiago Fragoso, por Niko de "Amor à Vida"

- Melhor Ator Infantil: Tomás Sampaio, por Serelepe de "Meu Pedacinho de Chão"

- Melhor Atriz Infantil: Mel Maia, por Pérola de "Jóia Rara"

- Revelação da TV: Tatá Werneck, por Valdirene de "Amor à Vida"

- Melhor Atriz de Minissérie ou Série: empate entre Dira Paes, por Celeste de "Amores Roubados", e Fernanda Montenegro, por Dona Pituca de "Doce de Mãe"

- Melhor Ator de Minissérie ou Série: Cauã Reymond, por Leandro de "Amores Roubados"

- Melhor Série ou Minissérie: "Amores Roubados"

- Melhor Ator de Novela: Mateus Solano, por Félix de "Amor à Vida"

- Melhor Atriz de Novela: Vanessa Giácomo, por Aline de "Amor à Vida"

- Melhor Diretor de Novela: Luiz Fernando Carvalho, por "Meu Pedacinho de Chão"

- Melhor Autor de Novela: Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, por "Sangue Bom"

- Melhor Novela: "Amor à Vida"

As informações são de Nina Ramos

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia