Oliveira Andrade - Divulgação / Band
Oliveira AndradeDivulgação / Band
Por O Dia

Rio - O ex-narrador da TV Globo, Oliveira Andrade, disse ainda ter mágoa do episódio que resultou na sua saída da emissora. Em entrevista ao "Uol Esporte", o jornalista contou os bastidores da Copa de 1998, quando foi substituído pelo então recém contratado Luís Roberto.

"Em 98 estava tudo certo para eu fazer parte da equipe que ia cobrir a Copa da França. Eu já tinha escolhido roupa, feito credenciamento, enfim, estava com tudo ok. Foi quando eles contrataram o narrador Luis Roberto. Na verdade, a empresa já estava procurando mais um narrador fazia um tempão, eles estavam querendo alguém que pudesse ficar baseado no Rio de Janeiro. E eu mesmo indiquei o Luis Roberto, levei até fitas dele lá para o Marquinho [Marco Mora], que era o diretor em São Paulo, e o contrataram. E resolveram assim, do nada, me tirar do esquema da cobertura da Copa da França", afirmou o narrador.

Segundo Oliveira, faltou consideração por parte da emissora, que deixou que ele fosse informado de sua substituição através da imprensa.

"Sem dúvida eu fui sacaneado, eu fiquei sabendo pelo jornal que eu não ia… Peguei o jornal 'Folha de São Paulo' e tinha uma coluna lá: a Globo já definiu os narradores da Copa da França: Galvão Bueno, Cléber Machado e Luis Roberto", declarou.

Quanto a Luís Roberto, o atual funcionário da Bandeirantes disse ter se decepcionado com a forma como o narrador se postou diante da situação.

"Não trocou ideia nenhuma comigo, e isso também me chateou de uma certa forma. Ele vivia me cercando quando a gente se cruzava nos estádios, ele fazendo jogos pela rádio Globo SP e eu pela televisão. Sempre vinha e me dava um toque: 'Pô, fala lá sobre o meu trabalho, eu já mandei fitas para lá'. Eu me dava bem com ele, e me dou bem até hoje. Só que ele não me procurou, não me disse absolutamente nada", concluiu Oliveira Andrade.

Você pode gostar
Comentários