Bruno Henrique - Armando Paiva / Agência O Dia
Bruno HenriqueArmando Paiva / Agência O Dia
Por O Dia

A confusão generalizada no acesso ao vestiário do Maracanã após o Fla-Flu foi relatada na súmula do árbitro Marcelo de Lima Henrique, mas nenhum jogador foi apontado. Segundo relatos de quem estava no local, Luciano, Rodholfo e Diego Alves teriam dado início, mas o árbitro não indicou ninguém e apenas citou que "houve tumulto generalizado entre integrantes das comissões técnicas, jogadores e dirigentes" de Flamengo e Fluminense.

Ainda segundo Marcelo de Lima Henrique, não houve "agressões violentas", apenas "empurrões e xingamentos de ambas as partes".

Marcelo de Lima Henrique citou a confusão no acesso aos vestiários - REPRODUÇÃO DA SÚMULA

Os únicos jogadores citados na súmula foram Bruno Henrique e Paulo Henrique Ganso, expulsos durante o jogo. A situação mais grave em relação a uma possível punição no TJD-RJ é do camisa 10 do Fluminense.

Segundo Marcelo de Lima Henrique, Ganso empurrou o quarto árbitro, Daniel Macedo, e teria dito "Vai se f....". Para completar, o jogador do Fluminense, após a expulsão, ainda falaria "seu babaca". Marcelo também relatou que Ganso deu um tapa no quarto árbitro.

O árbitro Marcelo de Lima Henrique relatou as expulsões de Bruno Henrique e Ganso - REPRODUÇÃO DA SÚMULA

Em relação a Bruno Henrique, foi relatado apenas que o jogador do Flamengo antigiu "com força excessiva (com as travas de sua chuteira)" o joelho de Gilberto.

Você pode gostar
Comentários