Ronaldo Fenômeno reclamou de nunca ter sido defendido ao ser chamado 
de gordo - Arquivo O Dia
Ronaldo Fenômeno reclamou de nunca ter sido defendido ao ser chamado de gordoArquivo O Dia
Por O Dia

São Paulo - Alvo de críticas e polêmicas, Neymar sente na pele a pressão de ser um dos principais jogadores da atual Seleção Brasileira. Em entrevista ao canal no YouTube "De Sola", Ronaldo Fenômeno comentou sobre o assunto e defendeu o atacante do PSG.

"Essa responsabilidade barra pressão, o jogador cria no desenvolver da sua carreira. Ele vai ganhando a confiança de companheiros e o Neymar buscou isso porque ele é bom. É o melhor que nós temos, e vai continuar sendo assim. Ele vai pegar a bola, vai resolver ou tentar resolver. Acho que ele tem que continuar sendo ousado e partindo pra cima dos adversário, mas ele vai continuar apanhando", avaliou o ex-camisa 9 da Seleção, que tem em seu currículo nada menos que dois títulos de Copa do Mundo e três Bolas de Ouro.

Ronaldo ainda deu um conselho ao jogador: "Não reclamar. Ele vai apanhar reclamando e não reclamando. Ele está ali com o bem mais precioso, que é a bola, e pra tirar dele, ou você vai armado ou dá-lhe uma pancada".

O ex-jogador fez questão de defender Neymar e exaltou o lado humano dele. "Eu gosto muito de ver o Neymar jogando. A sua ousadia e comprometimento com o clube e seleção… Muita gente, talvez, não concorde com suas atitudes, mas não temos que entrar no mérito das atitudes dele. É um jogador jovem e com muito dinheiro, mas que isso não afeta a essência ou a origem dele. É um cara muito pés no chão e preocupado com questões sociais".

"É uma pena que ele tenha criado uma rejeição tão grande no nosso país. Mas não é uma surpresa, nós somos um país onde tratamos muito mal nossos ídolos. Mas eu tenho a esperança que o Neymar vai ganhar uma Bola de Ouro porque ele merece e tem talento de sobra para isso. Vou torcer muito para que ele ganhe uma Copa do Mundo também porque ele merece, e a seleção merece. Faz muito tempo que a gente não ganha e o futebol brasileiro precisa de mais uma vitória. O nosso povo é um povo muito sofrido, e o futebol é uma válvula de escape", completou.

Você pode gostar
Comentários