As atletas com o Daruma, talismã japonês de sorte e perseverança - Divulgação FIVB
As atletas com o Daruma, talismã japonês de sorte e perseverançaDivulgação FIVB
Por O Dia
Foi suado, mas a seleção brasileira feminina de vôlei venceu a República Dominicana por 3 sets a 2 (25/22, 25/19, 23/25, 18/25 e 15/10), na última rodada do Pré-Olímpico, em Uberlândia, e garantiu vaga nos Jogos de Tóquio-2020 — vai tentar o terceiro ouro olímpico. Em duelo equilibrado (as equipes chegaram à decisiva rodada do torneio em condições iguais de conquistar a classificação), o Brasil contou com o apoio da torcida presente à Arena Sabiazinho para bater as adversárias em 2h15 de partida.
"O sentimento é de missão cumprida. O Pré-Olímpico era o nosso objetivo para este ano. A República Dominicana foi um grande candidato, tem um grande treinador que conhece bem a nossa equipe. Agora o foco está na preparação para Tóquio 2020 e estar lá em melhor forma", disse o técnico José Roberto Guimarães, feliz com o fato de as meninas do vôlei não ficarem fora de uma edição dos Jogos desde a primeira participação, em Moscou-1980. O Azerbaijão, que venceu Camarões por 3 sets a 0 na última rodada, ficou em terceiro lugar.