Neymar depõe sobre agressão

Craque é ouvido em Paris em processo movido por um torcedor do Rennes

Por

Neymar e Mbappé participam do treino: brasileiro chegou mais tarde
Neymar e Mbappé participam do treino: brasileiro chegou mais tarde -

Neymar prestou depoimento à polícia francesa devido a agressão a um torcedor na final da Copa da França, contra o Rennes, no dia 27 de abril. De acordo com jornais parisienses, ele foi liberado pelo PSG e, por isso, chegou atrasado ao treinamento de ontem.

Após a derrota na decisão, Neymar foi provocado quando se dirigia à tribuna e revidou com um soco, o que motivou o processo do torcedor, identificado somente como Nelson, que já foi ouvido.

O jornal 'Le Parisien' também informa que Neymar deve prestar outro depoimento sexta-feira. É aguardado na Catalunha para ser ouvido no processo que move contra o Barcelona — pede o equivalente a quase R$ 120 milhões de bônus devido à renovação de contrato antes de ir ao PSG.

Em entrevista ao jornal britânico 'Mirror' concedida em maio e só agora publicada, Neymar admite que tem problemas para se comunicar. A conversa aconteceu antes da acusação de estupro, do corte da Seleção e da negociação frustrada com o Barça.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários