Maracanã - Divulgação
MaracanãDivulgação
Por O Dia
Rio - A Assembléia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, na tarde desta terça-feira, o projeto dos deputados Zeidan Lula e André Ceciliano (PT) que autoriza a volta da antiga "geral" ao Maracanã. Agora, o texto seguirá para sanção ou veto do governo do Rio.
A aprovação, no entanto, não garante a volta da Geral. O que fica estabelecido é a liberação para o retorno do setor, caso quem administre o estádio assim desejar.
Publicidade
Caso as cadeiras sejam retiradas na parte inferior do estádio, a expectativa é de que sua capacidade, hoje em 78 mil, chegue aos 100 mil. No entanto, isso resultaria em uma série de obras e adaptações no Maracanã, o que acabaria levando tempo e gerando custos para obra.
Confira o texto do projeto e a justificativa:
Publicidade
Art. 1º – Fica autorizada, assim como a realização das obras de segurança, a retirada das cadeiras hoje existentes na parte inferior do estádio Mário Filho, o Maracanã.

Art. 2º – As intervenções estão autorizadas para fim exclusivo de criação de setores populares com ingressos mais baratos no estádio, nos moldes da antiga “geral”.
Justificativa:
Publicidade
Patrimônio do povo brasileiro, em especial dos cariocas, o Maracanã necessita reforçar seus laços históricos com as parcelas da população de menor renda. A autorização para obras que venham a proporcionar o surgimento de setores com preços populares é o pontapé inicial para que o Maracanã reencontre a sua história e reforce os seus laços com seu povo, muitas vezes afastado pelo processo de elitização do futebol.