Rio de Janeiro vence 13 provas e é bicampeão da Copa Rio de Remo Master

Competição reuniu mais de 150 remadores e transformou o Estádio de Remo da Lagoa em uma festa do esporte

Por O Dia

Clube de Remo Rio de Janeiro é bicampeão da Copa Rio de Remo Master
Clube de Remo Rio de Janeiro é bicampeão da Copa Rio de Remo Master -
Criado há três anos, o Clube de Remo Rio de Janeiro sagrou-se bicampeão da Copa Rio de Remo Master, ao vencer 13 das 36 provas realizadas, seguido do Piraquê, em segundo lugar, com 12 vitórias e o Guanabara em terceiro lugar, com duas vitórias. A terceira edição da competição foi disputada no Estádio de Remo da Lagoa, na tarde deste sábado (16), transformando o local numa festa do esporte, com a participação de mais de 150 atletas do Rio, Duque de Caxias, Espírito Santo e São Paulo, de 27 a 85 anos.
O grande destaque da regata foi a disputa acirrada e emocionante, remada a remada, prova a prova, das equipes do Clube de Remo Rio de Janeiro e do Piraquê, que só foi decidida na última prova, a 8+ Misto C 500m, vencida pelo Rio de Janeiro.
Paulo Carvalho, presidente da Federação de Remo do Estado do Rio de Janeiro (FRERJ), competiu pelo Clube de Remo Rio de Janeiro e venceu três das cinco provas disputadas. As duas provas que participou com seu pai, o remador Manoel de Carvalho, de 85 anos, o mais velho em atividade no estado, chegou em segundo, porque o barco quebrou.
"Dessa vez, não conseguimos a medalha de ouro. Largamos na frente e ficamos na liderança até que o barco quebrou no finalzinho da prova, fazendo com que chegássemos em segundo lugar. Uma pena. O Paulo ainda se esforçou muito, mas não deu", lamentou Manoel de Carvalho.
O presidente da FRERJ, comemorou o resultado da competição, que teve como objetivo principal possibilitar que o atleta da categoria Master tivesse mais uma oportunidade de competir em provas de alto nível. Por isso, o evento foi aberto para clubes de outros estados, como a última do calendário de 2019 da entidade, e disse que estava com a sensação de dever cumprido.
"Foi um ano altamente produtivo, com competições de alto nível, como o Brasileiro de Master, organizado pela primeira vez pela Federação. Não tenho palavras para descrever todas as emoções que vivi durante a temporada de 2019. Hoje, participei de cinco provas, sendo duas com meu pai e ganhei três medalhas de ouro e uma de prata. O Estádio de Remo se transformou numa festa do esporte, com muitos atletas competindo, em provas com raias cheias, muita disputa e um grande público. Foi tudo muito gratificante. Só fiquei um pouco triste, porque meu barco quebrou justamente quando estava participando da prova com meu pai. Agora é pensar no calendário de 2020, que terá os Jogos Pan-Americanos de Master aqui no Rio de Janeiro", declarou Paulo Carvalho.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários