Com virada, Brasil é tetra no Mundial sub-17

Empurrado pela torcida, Seleção sai atrás, mas reage e faz 2 a 1 no México

Por

Tite precisa vencer para encerrar incômodo jejum na Seleção
Tite precisa vencer para encerrar incômodo jejum na Seleção -

Com muita emoção e direito a virada nos minutos finais, o Brasil conquistou o tetracampeonato do Mundial Sub-17 com a vitória por 2 a 1 sobre o México, no Bezerrão, no Distrito Federal. Assim como na semifinal diante da França, Lázaro, do Flamengo, garantiu a vitória ao fazer o gol aos 47 do segundo tempo.

Apesar de melhor, o Brasil perdeu chances e sofreu o gol do mexicano González, aos 20 minutos do segundo tempo. E só conseguiu o empate aos 38, com Kaio Jorge cobrando pênalti marcado com a ajuda do VAR. Em seguida, Lázaro sacramentou a vitória.

Campeã em 1997, 1999 e 2003, a Seleção não havia se classificado para o Mundial — foi eliminada na primeira fase do Sul-Americano —, mas entrou na competição porque o Peru não conseguiu sediá-la (foi transferida para o Brasil).

Essa não foi a única final disputada pela Seleção ontem. Pelo Torneio de Tenerife, a equipe brasileira sub-23 perdeu para a Argentina por 1 a 0, gol de Capaldo aos seis minutos de jogo.

MUDANÇAS PARA AMISTOSO

Após a derrota para a Argentina, Tite deve mexer na equipe para o último compromisso do Brasil nesta temporada, contra a Coreia do Sul, amanhã, às 10h30 (horário de Brasília), em Abu Dahbi, nos Emirados Árabes. Como Alex Sandro está com lesão na coxa direita, Renan Lodi será titular. Marquinhos jogará no lugar de Thiago Silva e há a chance de Fabinho ser testado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Tite precisa vencer para encerrar incômodo jejum na Seleção Lucas Figueiredo/CBF
Treino da Seleção Brasileira Divulgação/CBF

Comentários