Última chance para encerrar o jejum de vitórias

Brasil, que vem de cinco tropeços, fecha a temporada de 2019 contra a Coreia do Sul

Por O Dia

Tite fez cinco mudanças nos titulares para ver se o Brasil volta a vencer
Tite fez cinco mudanças nos titulares para ver se o Brasil volta a vencer -
Uma despedida honrosa de 2019. Este é o objetivo da seleção brasileira no último amistoso do ano, contra a Coreia do Sul, hoje, às 10h30 (de Brasília), no Estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Há cinco jogos sem vencer e pressionado, o técnico Tite promoverá cinco mudanças entre os titulares após a derrota (1 a 0) para a Argentina, sexta-feira, em Riad, na Arábia Saudita.
A única troca forçada é a entrada do lateral-esquerdo Renan Lodi no lugar do lesionado Alex Sandro. Na zaga, Marquinhos assumirá a vaga de Thiago Silva, enquanto Fabinho substituirá Casemiro no meio de campo. No ataque, Willian e Roberto Firmino darão lugar a Philippe Coutinho e Richarlison.
Outras mudanças poderiam ter acontecido, mas Tite deu mais um voto de confiança a Lucas Paquetá, discreto contra os hermanos, assim como para Arthur e Gabriel Jesus, que perdeu um pênalti no amistoso. A meta é encerrar o incômodo jejum de vitórias — são duas derrotas (para Peru e Argentina) e três empates (com Colômbia, Senegal e Nigéria).
A má fase, que faz Tite balançar no cargo, é outro adversário contra os sul-coreanos, que estão há nove jogos invictos (cinco vitórias e quatro empates). O último revés foi para o Catar, por 1 a 0, nas quartas de final da Copa da Ásia.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários