Fla-Flu terá um desfile de novos personagens

Sob o comando de Abel Braga e Fernando Diniz, times vão a campo com pelo menos oito debutantes no clássico que vale vaga na final da Taça GB

Por O Dia

Bruno Silva pode pegar gancho no Carioca
Bruno Silva pode pegar gancho no Carioca -

Rio - O clássico mais charmoso do Brasil vai ganhar novos personagens amanhã, às 19h, no Maracanã. Entre as prováveis equipes titulares, serão pelo menos oito novidades querendo colocar seus nomes na história centenária do Fla-Flu. Cheio de modificações no elenco para 2019, o Fluminense contará com cinco estreantes e o Flamengo, que manteve sua base, três.

Pelo lado rubro-negro, Rodrigo Caio e Bruno Henrique estão garantidos para estrear em Fla-Flus. Além deles, Gabigol deve ganhar a oportunidade de começar jogando no lugar de Uribe. Outro reforço do Flamengo para a temporada, Arrascaeta terá que esperar mais um pouco para poder participar do clássico, pois ficará no banco.

No Tricolor, Rodolfo, Ezequiel, Matheus Ferraz, Bruno Silva e Yony González viverão a emoção do primeiro Fla-Flu. No banco, outros reforços como Mateus Gonçalves e Caio Henrique poderão experimentar a sensação também. E uma curiosidade: revelado pelo rival, Airton já disputou cinco jogos, mas fará o primeiro com a camisa do Fluminense.

Entre os técnicos, situações distintas. Abel Braga é quem mais vivenciou Fla-Flus entre todos os personagens do clássico de amanhã. Foram 22 jogos comandando os clubes, sendo apenas dois pelo Flamengo, em 2004. Agora, terá o primeiro reencontro com a torcida tricolor após sair em meio de 2018.

Para Fernando Diniz, o clássico não será novidade por já ter participado como jogador pelos dois lados no início do século. Mas, como treinador, será a primeira vez e com um desafio grande de compensar a diferença técnica.

MAIS EXPERIENTES

O clássico mais charmoso do Brasil não é feito só de estreantes. Enquanto alguns viverão a primeira experiência, outros já conhecem bem a rivalidade. E, pelo lado rubro-negro, estão os dois jogadores que mais atuaram em Fla-Flus nos atuais elencos. Pará e Willian Arão já participaram de 13 jogos cada um, seguidos de perto por Henrique Dourado, que fez 11, sendo nove com a camisa tricolor.

No Fluminense, os dois jogadores que mais disputaram o clássico são Digão e Marlon, ambos com cinco partidas. O lateral, inclusive ganhará a oportunidade de participar de mais um amanhã, pois o titular Mascarenhas teve constatada uma lesão na coxa direita e desfalcará a equipe por tempo indeterminado.

"Fla-Flu é um clássico diferente. É um desafio, motiva a todos aqui no Fluminense. Sabemos que eles têm bons jogadores, mas aqui também tem. Vai ser um bom jogo", afirmou Marlon, que marcou o seu primeiro gol pelo clube na terça-feira, sobre o River-PI.

Com retrospecto amplamente favorável — uma derrota em 10 jogos —, o Flamengo tem alguns invictos em Fla-Flus: Rhodolfo, Renê, Diego e Everton Ribeiro. E, com a vantagem do empate, basta manter o desempenho recente que o Rubro-Negro garante a classificação à final. "Lógico que há a vantagem, mas não tivemos zero a zero ainda. A gente tenta buscar gols em todo jogo. É pensar na vitória e, se no fim estiver empate, a gente tenta abraçar o resultado", disse Rhodolfo.

 

Galeria de Fotos

Bruno Silva pode pegar gancho no Carioca MAILSON SANTANA/FLUMINENSE
Gabigol no treino do Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo

Comentários