No primeiro Clássico dos Milhões de 2020, garotada do Flamengo leva a melhor sobre a do Vasco

No Maracanã, Lucas Silva garante a vitória por 1 a o e aumenta a invencibilidade para 15 jogos do duelo

Por MARCELO BERTOLDO

Rio de Janeiro - 02/11/2019 - Lucas Silva do Flamengo durante partida contra a equipe do Vasco no estadio do Maracana valido pelo Taca Guanabara. Foto: Luciano Belford/agencia O Dia
Rio de Janeiro - 02/11/2019 - Lucas Silva do Flamengo durante partida contra a equipe do Vasco no estadio do Maracana valido pelo Taca Guanabara. Foto: Luciano Belford/agencia O Dia -

Rio - Sem a força máxima, Vasco e Flamengo protagonizaram um clássico com ares de preliminar no Maracanã. Na arquibancada, muitos assentos vazios, e no gramado rostos pouco conhecidos de promessas em busca do estrelato indicavam um dia atípico para a maior rivalidade do Rio. Melhor para o Rubro-Negro, que com o gol de Lucas Silva venceu por 1 a 0 e aumentou para 15 jogos a invencibilidade no confronto.

Após o empate em 0 a 0 com o Bangu na estreia do Carioca, Abel Braga espelhou a estratégia do Flamengo, poupou os titulares e apostou na garotada, muitos recém-chegados da Copinha, como Cayo Tenório, Ulisses, Miranda e Juninho. Com reforços de nomes mais rodados , caso de Jordi, Andrey, Marcos Júnior e Ribamar, Abelão teve equilíbrio para assumir o controle do clássico.

Com os medalhões em fim de férias, o Flamengo repetiu a escalação do empate sem gols na estreia com o Macaé. A marcação adiantada e a falta de proteção nas laterais expuseram demais a equipe dirigida por Mauricio Souza. Os primeiros contra-ataques do Vasco comprovaram a desorganização da garotada rubro-negra.

Ninguém se intimidou, mas o ritmo diminuiu no segundo tempo. Logo no primeiro minuto, Gabriel Batista fez duas defesas em sequência. Primeiro no chute de Tiago Reis e, depois, no rebote de Ribamar. Pouco depois, Ribamar marcou, mas teve o gol anulado após a marcação de impedimento via VAR.

Ao não aproveitar o domínio, com chances reais de gol, o Vasco foi traído pela pontaria imprecisa na frente. Mais organizado e com o jogo equilibrado, o Flamengo, que já havia acertado uma bola na trave com Luiz Henrique, abriu o placar com Lucas Santos, aos 27 minutos, após o ótimo cruzamento de Ramon.

Na ausência dos astros, os torcedores começaram a se familiarizar com os nomes promissores: o lateral-esquerdo Ramon e o volante Vinícius, pelo lado do Fla; e o lateral-esquerdo Alexandre e o volante Juninho, que estrou como profissional, pelo vascaíno.

A pressão total cruzmaltina, com a entrada de mais meninos (Vinícius e João Pedro), não surtiu efeito. Vacinada, a garotada rubro-negra resistiu às investidas e saiu do Maracanã com vitória no Clássicos dos Milhões para acrescentar no currículo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Rio de Janeiro - 02/11/2019 - Lucas Silva do Flamengo durante partida contra a equipe do Vasco no estadio do Maracana valido pelo Taca Guanabara. Foto: Luciano Belford/agencia O Dia Luciano Belford/Agência O Dia
Lucas Santos celebra o gol da vitória do Flamengo no primeiro embate com o Vasco no ano Luciano Belford/Agência O Dia

Comentários