Militantes de direita são presos tentando impedir parada gay na Ucrânia

O evento reuniu cerca de cinco mil pessoas

Por AFP

Ultradireitistas são presos durante a Parada Gay em Kiev
Ultradireitistas são presos durante a Parada Gay em Kiev -

Ucrânia - A polícia ucraniana prendeu, neste domingo, 56 militantes de extrema direita que tentavam impedir o início da Gay Pride, a parada gay de Kiev.

O evento reuniu cerca de cinco mil pessoas, que desfilaram sob forte proteção policial. Aproximadamente 150 ultradireitista tentaram impedir o desfile e enfrentaram a polícia com gases lacrimogêneos.

 

 

Galeria de Fotos

A parada gay lotou as ruas de Kiev neste domingo AFP PHOTO / Genya SAVILOV
Ultradireitistas são presos durante a Parada Gay em Kiev AFP PHOTO / Genya SAVILOV
A parada gay lotou as ruas de Kiev neste domingo AFP PHOTO / Genya SAVILOV
A parada gay lotou as ruas de Kiev neste domingo AFP PHOTO / Genya SAVILOV
A parada gay lotou as ruas de Kiev neste domingo AFP PHOTO / Genya SAVILOV
A parada gay lotou as ruas de Kiev neste domingo AFP PHOTO / Genya SAVILOV

Últimas de Mundo & Ciência