Camisetas da seleção colombiana são apreendidas impregnadas com cocaína

'Aproveitando a paixão dos torcedores por nossa seleção, traficantes decidiram impregnar as roupas com cloridrato de cocaína', disse a Polícia; droga iria para Holanda

Por AFP

Camisas da seleção da Colômbia impregnadas com cocaína exibidas após serem apreendidas pela polícia antidrogas no aeroporto internacional de El Dorado, em Bogotá
Camisas da seleção da Colômbia impregnadas com cocaína exibidas após serem apreendidas pela polícia antidrogas no aeroporto internacional de El Dorado, em Bogotá -

Bogotá - Quatorze camisetas da seleção da Colômbia que estavam impregnadas com cocaína foram apreendidas nesta quinta-feira pelas autoridades no aeroporto de Bogotá, de onde seriam enviadas para a Holanda.

"Aproveitando a paixão dos torcedores por nossa seleção, (os traficantes de drogas) decidiram impregnar as roupas com cloridrato de cocaína", disse a Polícia em um comunicado.

Os criminosos usaram um processo químico, no qual dissolvem a droga e a espalham pelo tecido.

Depois, com a "ajuda de um especialista", extraem o alcaloide "sem perder um único grama", acrescentou.

Similares às usadas pela equipe do argentino José Pekerman no Mundial da Rússia, as camisetas estavam empacotadas junto com roupas típicas colombianas em um carregamento que tinha como destino Groninga, na Holanda.

Cada peça estava impregnada com mais de cinco quilos de cocaína.

A Polícia investiga os responsáveis pelo envio da mercadoria, que deixou a cidade caribenha de Barranquilla.

A Colômbia é o primeiro produtor mundial de folhas de coca, matéria-prima da cocaína, e o maior produtor dessa droga, segundo a ONU.

A seleção colombiana está no grupo H, junto com Japão, Polônia e Senegal. No domingo, enfrentam os europeus, depois de perderem para os japoneses por 2 a 1 em sua primeira partida no Mundial da Rússia 2018.

Últimas de Mundo & Ciência