Cientista responsável por foto de buraco negro é alvo de ataques machistas na internet

Ataques machistas reclamam que Katie Bouman esteja ganhando muita notoriedade pela imagem, e dizem que homens deveriam estar recebendo mais atenção

Por O Dia

Cientista Katie Bouman, de 29 anos, uma das responsáveis pela primeira foto de um buraco negro da História
Cientista Katie Bouman, de 29 anos, uma das responsáveis pela primeira foto de um buraco negro da História -

Rio - A cientista Katie Bouman, de 29 anos, uma das responsáveis pela primeira foto de um buraco negro da História, foi alvo de diversos ataques machistas na internet após a divulgação da imagem. 

A imagem foi feita graças a uma colaboração internacional chamada Event Horizon Telescope (EHT), que reúne quase uma dúzia de radiotelescópios no mundo, da Europa ao Polo Sul, passando pelo Chile e Havaí. Katie fez questão de deixar claro o trabalho coletivo necessário para conseguir a imagem, mas ganhou notoriedade após algumas reportagens e elogios de figuras públicas, como da congressista norte-americana Alexandria Ocasio-Cortez, uma das vozes mais fortes do Partido Democrata atualmente. 

Rapidamente, ela foi alvo de ataques de trolls machistas na internet, que diziam que homens deveriam estar recebendo mais atenção pelo feito. Os ataques diziam que Andrew Chael, outro cientista, foi o responsável pelo código que possibilitou a imagem, e então deveria estar recebendo mais créditos. 

Andrew usou sua conta no Twitter para desmentir essa informação e rebater os ataques: "Então, aparentemente, algumas pessoas (espero que poucas) estão usando o fato de que eu sou o desenvolvedor primário da biblioteca de software que ajudou a criar a imagem do buraco negro para fazer ataques terríveis e sexistas à minha colega e amiga Katie Bouman. Parem", escreveu ele. 

 

Comentários