FOTOGALERIA

Papa Francisco leva crianças refugiadas para passear no papamóvel

Papa Francisco acena ao chegar para sua audiência geral semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano
Papa Francisco acena ao chegar para sua audiência geral semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano Vincenzo Pinto/ AFP
Papa Francisco posa para uma selfie com alguns refugiados na Praça de São Pedro no final de sua audiência geral semanal em 15 de maio de 2019 no Vaticano
Papa Francisco posa para uma selfie com alguns refugiados na Praça de São Pedro no final de sua audiência geral semanal em 15 de maio de 2019 no Vaticano Vincenzo Pinto/ AFP
Papa Francisco com bebê quando ele chega para sua audiência geral semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano, em 15 de maio de 2019
Papa Francisco com bebê quando ele chega para sua audiência geral semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano, em 15 de maio de 2019 Vincenzo Pinto/ AFP
Papa Francisco convidou oito crianças e jovens para fazer com ele o giro da Praça São Pedro no papamóvel
Papa Francisco convidou oito crianças e jovens para fazer com ele o giro da Praça São Pedro no papamóvel Reprodução/ Twitter/ Vatican News
Papa Francisco levou refugiados para passear em papamóvel
Papa Francisco levou refugiados para passear em papamóvel Reprodução/ Twitter/ Vatican News
Papa Francisco convidou oito crianças e jovens para fazer com ele o giro da Praça São Pedro no papamóvel
Papa Francisco convidou oito crianças e jovens para fazer com ele o giro da Praça São Pedro no papamóvel Reprodução/ Twitter/ Vatican News
Vaticano - O Papa Francisco decidiu levar crianças para andar com ele em seu 'papamóvel' nesta quarta-feira no Vaticano. O líder da Igreja Católica se dirigiu à Praça São Pedro para a tradicional missa de quarta-feira na companhia de oito pequenos da Síria, Nigéria e Congo que foram da Líbia à Itália com suas famílias por meio de um corredor humanitário em 29 de abril.
O programa do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e do Governo italiano retirou mais de 2.500 migrantes vulneráveis da Líbia.
As crianças estão hospedadas com as famílias em Rocca di Papa, cidade próxima a Roma. Elas foram acolhidas pela Igreja após protestos da extrema-direita.
Francisco é defensor dos Direitos Humanos e já comparou refugiados de países em conflitos com a família de Jesus.