Estados Unidos determinam suspensão de todos os voos para a Venezuela

Argumentos utilizado pelo Departamento de Segurança Interna é a falta de segurança nos aeroportos do país sul-americano

Por O Dia

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro -
Estados Unidos - O departamento de Estado e de Segurança Interna dos Estados Unidos determinou, por meio do setor transportes do suspensão imediata de vôos de carga e comerciais com destino à Venezuela. A justificativa apresentada foram relatórios sobre a falta de seguranças em aeroportos do país.  
De acordo com o informativo solicitando a interrupção, o Departamento de Segurança Interna alegou que “as condições na Venezuela ameaçam a segurança e a proteção de passageiros, aeronaves e tripulantes em viagem com destino ou origem naquele país”. A secretária de Transportes, Elaine L. Chao, apresentou uma lei federal que autoriza a suspensão dos serviços de companhias aéreas estrangeiras e americanas quando há problemas de segurança nos aeroportos.
No último dia 1, a Administração Federal de Aviação proibiu operadores de aeronaves e pilotos certificados pelos Estados Unidos de voarem abaixo de 26 mil pés sobre território venezuelano. A justificativa para a medida também foi por razões de segurança.
Os voos de carga devem sofrer mais com o impacto da medida já que o transporte de passageiros já estava afetado por conta das diversas companhias aéreas internacionais que pararam de voar para a Venezuela. O argumento é também a preocupação com a segurança além de disputas financeiras.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários