Mulher agride jovem brasileira que falava português em ônibus no Canadá

A polícia de Vancouver investiga o caso, que pode ser caracterizado como um crime de ódio

Por O Dia

Brasileira é agredida em Vancouver
Brasileira é agredida em Vancouver -
Canadá - Uma adolescente brasileira, de 17 anos, foi agredida por uma mulher, neste domingo, dentro de um ônibus no Canadá. Segundo a jornalista Lauren Boothby, que filmou o ocorrido, o motivo da agressão foi porque ela falava em português com as amigas. No vídeo, é possível ver que a mulher, ao sair do coletivo, jogou a mochila no rosto da jovem. A polícia de transporte urbano em Vancouver está investigando o caso, que pode ser caracterizado como um crime de ódio.
Agora os investigadores trabalham para identificar a autora da agressão, informou o sargento Clint Hampton. Lauren disse ter acionado a polícia e já ter prestado depoimento. Segundo a rádio "City News 1130", onde ela trabalha, as jovens, com idades entre 15 e 17 anos, ficaram visivelmente perplexas com o que aconteceu.
"A mulher ameaçou agarrar a garota pelos cabelos e tirá-la do ônibus. Quando o motorista parou num ponto, ela se levantou e jogou a mochila no rosto dela", relatou a repórter e testemunha do fato.
A jovem atingida pela mochila foi Alessandra Ribeiro. No Twitter, a adolescente relatou que sofreu um "episódio de xenofobia pesado". "Nunca pensei que ouviria um 'stop speaking your own language in a canadian bus [pare de falar no seu próprio idioma em um ônibus canadense]'", escreveu.

A Polícia de Trânsito do Canadá informou que, a vítima estando no País ou não, conduzirá uma investigação completa e todas as "evidência serão encaminhadas ao Conselho da Coroa".


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia