Presa por dirigir embriagada, mulher tenta subornar policial com sexo

'Enquanto estava no banco traseiro, Doody usou a mão livre e levantou a blusa e o sutiã', afirmou o policial

Por Istoé

Presa por dirigir embriagada, mulher tenta subornar policial com sexo
Presa por dirigir embriagada, mulher tenta subornar policial com sexo -

Uma motorista tentou se livrar da cadeia, nos Estados Unidos, de uma maneira pouco usual. Pega em flagrante dirigindo embriagada com três crianças dentro do carro, Rebecca Sue Doody, de 29 anos, foi detida e processada por conduzir sob efeito de álcool, suborno e exposição indecente, segundo o jornal York Daily Record.

O namorado de Rebecca ligou para a polícia dizendo que ela dirigia bêbada e com os três filhos no carro. Policiais a pararam e ela não passou no teste de sobriedade. Ao ser presa e levada para um hospital, ela tentou ser liberada oferecendo sexo para o policial em troca da liberdade.

“No caminho para o hospital, Doody estava tentando me subornar com favores sexuais na tentativa de evitar acusações criminais. Enquanto estava no banco traseiro, Doody usou a mão livre e levantou a blusa e o sutiã”, afirmou o policial.

Comentários

Presa por dirigir embriagada, mulher tenta subornar policial com sexo O Dia - Mundo & Ciência

Presa por dirigir embriagada, mulher tenta subornar policial com sexo

'Enquanto estava no banco traseiro, Doody usou a mão livre e levantou a blusa e o sutiã', afirmou o policial

Por Istoé

Presa por dirigir embriagada, mulher tenta subornar policial com sexo
Presa por dirigir embriagada, mulher tenta subornar policial com sexo -

Uma motorista tentou se livrar da cadeia, nos Estados Unidos, de uma maneira pouco usual. Pega em flagrante dirigindo embriagada com três crianças dentro do carro, Rebecca Sue Doody, de 29 anos, foi detida e processada por conduzir sob efeito de álcool, suborno e exposição indecente, segundo o jornal York Daily Record.

O namorado de Rebecca ligou para a polícia dizendo que ela dirigia bêbada e com os três filhos no carro. Policiais a pararam e ela não passou no teste de sobriedade. Ao ser presa e levada para um hospital, ela tentou ser liberada oferecendo sexo para o policial em troca da liberdade.

“No caminho para o hospital, Doody estava tentando me subornar com favores sexuais na tentativa de evitar acusações criminais. Enquanto estava no banco traseiro, Doody usou a mão livre e levantou a blusa e o sutiã”, afirmou o policial.

Comentários