Homem morre após comer alimento fervendo e queimar a garganta

Ele chegou a ser socorrido, mas não sobreviveu

Por iG

Homem foi a hospital com fortes dores após queimadura, mas voltou para casa com liberação dos médicos
Homem foi a hospital com fortes dores após queimadura, mas voltou para casa com liberação dos médicos -
Um organizador de eventos de 51 anos morreu após comer um bolinho de peixe muito quente e queimar a garganta na cidade de Bolton, na Inglaterra. Segundo registro policial, Darren Hickey sentiu muita dor após comer o alimento quente e precisou ir ao hospital.

Chegando na unidade de saúde, ele reclamou da dor, recebeu uma medicação e foi liberado. No mesmo dia, o marido dele ouviu barulhos no quarto e encontrou o homem sufocado. "Ele estava de pé, sufocando e tossindo, então eu bati nas costas dele, mas ele imediatamente caiu no chão", afirmou o rapaz em entrevista ao canal Fox News.

O homem chegou a ser socorrido, mas não sobreviveu. O médico que realizou a necropsia em Darren, Dr. Patrick Waugh, disse que o homem tinha queimaduras grandes e profundas, e que provavelmente não foi examinado com os equipamentos corretos.

Waugh comparou as queimaduras na garganta de Darren com aquelas sofridas por pessoas que inalam fumaça durante incêndios. "O paciente pode aparentar que está bem, vai conversar com você, mas de repente vai começar a sufocar”, afirmou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários