Coronavírus: modelo que intrigou médicos ao testar positivo por 74 dias está curada

'Acabou, finalmente acabou', escreveu Bianca Dobroiu em uma rede social

Por O Dia

Bianca Dobroiu
Bianca Dobroiu -
A modelo italiana Bianca Dobroiu, de 22 anos, está finalmente curada da covid-19 após testar positivo para a doença por 74 dias, um caso sem precedentes no mundo e que intrigou médicos. Elas usou as redes sociais para avisar aos seus seguidores que finalmente estava curada e aparece ao ar livre, um de seus desejos durante o período em que ficou isolada.

Galeria de Fotos

Bianca Dobroiu Reprodução / Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
Modelo italiana Biana Dobroiu Reprodução Instagram
"74 dias, dois meses e meio trancados no quarto, dois meses e meio de ansiedade e estresse, dois meses e meio de médicos, de amostras de sangue constantes, de cotonetes, de resultados que me derrubavam mais a cada dia. Foram dois meses de inferno e sei que nem todo mundo entenderá, mas eu, que vivi pessoalmente, só posso dizer que foram dois meses que marcaram tanto minha vida. Dois meses que pareciam anos, dois meses e meio infinitos. Hoje também posso dizer que derrotei o coronavírus, posso dizer que finalmente venci. Estou esperando por esse dia há muito tempo, e foi uma imensa alegria ... Quase me fez sentir como voltar à vida normal depois de tanto tempo. Acabou, finalmente acabou", escreveu ela na publicação.
Natural da Bolonha, na Itália, Biana foi hospitalizada no dia 28 de fevereiro com febre. A jovem recebeu alta para se isolar em casa em 6 de março. Desde a alta médica, Biana fez vários testes e todos deram positivos.  
"A paciente está bem, mas os testes continuam a dar positivo. Estamos estudando o caso com cuidado. No que nos diz respeito, mais ninguém na Itália deu positivo por tanto tempo. Em geral, os resultados positivos não duram mais de quatro semanas", afirmou à epoca o infectologista Luciano Attard, do hospital Sant'Orsola-Malpighi, ao jornal britânico "The Mirror".

Comentários