Simulador é a nova realidade em consultas - Reprodução
Simulador é a nova realidade em consultasReprodução
Por O Dia
Rio - Um dos fatores mais importantes em relação à cirurgia plástica é o grau de expectativa que o paciente tem em relação ao resultado. É preciso que a pessoa esteja ciente de que cada resultado pós-cirúrgico é individual, respeitando o conjunto corporal. Dessa forma, a tecnologia associada à medicina tem sido uma grande aliada na simulação dos resultados de intervenção mesmo antes dela acontecer.
Com o avanço da tecnologia, o mercado vem apresentando vários simuladores que ajudam a planejar a cirurgia plástica, entre eles está o Vectra XT 3D, o Crisalix entre outros nomes. Tanto um quanto outro captam imagens de alta qualidade. Em cima disso, o médico consegue, além de revelar o resultado após a operação em uma realidade mais próxima, realizar estudo e variações, que serão adaptadas conforme a necessidade de cada pessoa.
Publicidade
Segundo o cirurgião plástico Thiago Cavalcanti o importante não é só ver o resultado e, sim, o médico planejar o procedimento antes de ele acontecer, para alinhar a expectativa do paciente e mostrar que ficará bem como o corpo dela permite. Além de avaliar as várias opções de tamanhos e formatos.
Com estes aparelhos é possível, por exemplo, simular prováveis resultados dos seios, rinoplastia, redefinição dos contornos corporais, cirurgias de aumento de volume ou diminuição de diferentes regiões da face, como queixo, bochechas e lipo de papada. No caso das mamas, por exemplo, é possível comparar vários cenários de implantes, com diferentes opções de tamanhos e formatos.
Publicidade
O cirurgião Fernando Nakamura conta que os simuladores permitem que o médico e o paciente possam analisar em conjunto várias hipóteses de procedimentos cirúrgicos, escolhendo a que melhor se adapta às necessidades e expetativas da pessoa que vai ser submetida à operação.