Matéria Salva!

Agora você pode ler esta notícia off-line

Matéria removida da seção links salvos
Publicidade

Polícia da Bolívia prende sete por morte de estudantes

Vítimas sofreram uma queda depois que um guarda-corpo da Universidade Pública de El Alto cedeu

Vítimas eram estudantes e tinham entre 21 e 23 anos
Vítimas eram estudantes e tinham entre 21 e 23 anosReprodução/Twitter
Por O Dia
Bolívia - A Polícia Boliviana prendeu sete suspeitos de convocar uma assembleia estudantil na Universidade Pública de El Alto, que provocou a morte de sete alunos da instituição, na última terça-feira, após uma queda quando um guarda-corpo cedeu. Segundo a Agência Boliviana de Informação (ABI), os presos vão ser acusados de homicídio culposo e lesões graves e gravíssimas.
"As investigações realizadas permitiram a identificação de lideranças que incitaram a aglomeração de pessoas e os confrontos que desencadearam os fatos em que 7 estudantes perderam a vida”, informou a polícia boliviana no Twitter. “A autoridade indicou que a convocação de uma assembleia estudantil violou os regulamentos atuais que proíbem concentrações de massa para evitar a disseminação do Covid-19”, disse a ABI.
Publicidade
O comandante geral da Polícia, coronel Johnny Aguilera, informou que as autoridades e professores da universidade também estão sendo investigados para estabelecer se há relação com a assembleia estudantil. Investigações preliminares dão indícios de que muitos alunos subiram até o andar para um curso no Centro de Estudantes da Faculdade de Economia. O reitor da Universidade, Freddy Medrano, negou que a instituição tenha aprovado a reunião. 
Você pode gostar
Comentários
mais notícias
Polícia da Bolívia prende sete por morte de estudantes | Mundo e Ciência | O DIA
Matéria Salva!

Agora você pode ler esta notícia off-line

Matéria removida da seção links salvos
Publicidade

Polícia da Bolívia prende sete por morte de estudantes

Vítimas sofreram uma queda depois que um guarda-corpo da Universidade Pública de El Alto cedeu

Vítimas eram estudantes e tinham entre 21 e 23 anos
Vítimas eram estudantes e tinham entre 21 e 23 anosReprodução/Twitter
Por O Dia
Bolívia - A Polícia Boliviana prendeu sete suspeitos de convocar uma assembleia estudantil na Universidade Pública de El Alto, que provocou a morte de sete alunos da instituição, na última terça-feira, após uma queda quando um guarda-corpo cedeu. Segundo a Agência Boliviana de Informação (ABI), os presos vão ser acusados de homicídio culposo e lesões graves e gravíssimas.
"As investigações realizadas permitiram a identificação de lideranças que incitaram a aglomeração de pessoas e os confrontos que desencadearam os fatos em que 7 estudantes perderam a vida”, informou a polícia boliviana no Twitter. “A autoridade indicou que a convocação de uma assembleia estudantil violou os regulamentos atuais que proíbem concentrações de massa para evitar a disseminação do Covid-19”, disse a ABI.
Publicidade
O comandante geral da Polícia, coronel Johnny Aguilera, informou que as autoridades e professores da universidade também estão sendo investigados para estabelecer se há relação com a assembleia estudantil. Investigações preliminares dão indícios de que muitos alunos subiram até o andar para um curso no Centro de Estudantes da Faculdade de Economia. O reitor da Universidade, Freddy Medrano, negou que a instituição tenha aprovado a reunião. 
Você pode gostar
Comentários
mais notícias