Novo coronavírus
Novo coronavírusReprodução
Por AFP
Washington - A taxa de novos casos de covid-19 está diminuindo nos Estados Unidos, com menos de 60.000 casos diários registrados, em média, nos últimos sete dias, pela primeira vez em mais de um mês, enquanto os especialistas destacaram o impacto das vacinas.
Dados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) mostraram que, até o dia 24 de abril, a média móvel era de 57.123 casos, e que a pequena alta registrada em um mês já havia terminado.
Publicidade
Isso ocorre em meio ao aumento do número de vacinados, embora o índice seja reduzido devido à diminuição da demanda no país.
Quase 140 milhões de pessoas já receberam pelo menos uma dose da vacina, o equivalente a 42% da população total dos Estados Unidos.
Publicidade
Ashish Jha, reitor da Escola de Saúde Pública da Univerdade de Brown, escreveu em sua conta no Twitter que acreditava que desta vez a redução seria permanente, "porque em meados de março, quando começou o último pequeno aumento [nas infecções], 21% da população havia sido vacinada".
Segundo escreveu, 42% com uma única dose não é "suficiente" para reverter a situação, mas acrescentou: "42% está perto do número em que deveríamos ver um declínio constante nas infecções. Em Israel, uma vez que 45% da população estava totalmente vacinada, o número de casos começou a despencar".
Publicidade
No entanto, os especialistas estão preocupados com a taxa de vacinação, que atingiu o pico no início deste mês com uma média de mais de 3 milhões de doses por dia, mas agora caiu para 2,6 milhões.
Persistem ainda alguns problemas de acesso à vacina, principalmente entre comunidades de pessoas negras. Além disso, o ceticismo sobre a eficácia das vacinas permanece alto entre alguns, particularmente politicamente conservadores.