Tiroteio interrompe show do cantor Gusttavo Lima

PM à paisana, que fez disparos para o alto, acabou baleado ao resistir à prisão

Por

Um dos vídeo compartilhados nas redes sociais mostra o público buscando proteção em meio aos tiros
Um dos vídeo compartilhados nas redes sociais mostra o público buscando proteção em meio aos tiros -

Um show do cantor Gusttavo Lima foi interrompido, na madrugada de ontem, em Rondonópolis, no estado de Mato Grosso, após um tiroteio. O episódio ocorreu em meio a uma briga generalizada, quando o policial militar Raimundo Henrique Leal dos Santos, de 22 anos, sacou a arma e fez disparos para o alto. Ferido por um tiro na perna ao resistir à abordagem feita por outro policial, ele acabou detido. O major Roosevelth Oliveira Escolástico, de 38 anos, que também estava de folga, também foi atingido por um tiro de raspão na perna ao dar voz de prisão a Raimundo.

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o cantor saindo do palco assustado em meio à confusão. Segundo o boletim de ocorrência, o soldado Raimundo deu um soco no rosto de outra pessoa e foi atingido por uma garrafada na cabeça em meio ao show. O PM, então, sacou a pistola e começou a dar tiros para o alto, provocando pânico e correria.

Em depoimento, o major responsável pela prisão disse que se deitou no chão, para tentar se proteger dos disparos. Em seguida, passou a acompanhar o deslocamento do soldado, que andava em meio ao público com a arma na mão. Ele diz ter feito a abordagem quando Raimundo foi até a área externa do show, no estacionamento. Ele disse, ainda, que o soldado sacou a arma e o atingiu na perna, de raspão. O major, então, atirou na perna de Raimundo, que caiu no chão.

Os seguranças do show tomaram a arma do soldado e o imobilizaram.

A organização do evento disse que os policiais entraram armados no evento porque tinham porte de arma. O show era parte do Festival Rebouças e ocorreu na arena do Parque de Exposições Wilmar Peres de Farias, na zona rural da cidade.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários