-
Por Agência Brasil
Publicado 30/01/2018 15:13 | Atualizado há 3 anos

Paraguai - Agentes antidrogas paraguaios detiveram, nesta terça-feira, em um departamento de Assunção, o traficante brasileiro Adriano Augustin Calonga Lechuga, considerado o chefe de um grupo criminoso dedicado ao tráfico de armas e de cocaína do Paraguai ao Brasil.

Segundo a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), Adriano estava em um apartamento luxuoso, onde vivia sozinho, em um bairro da capital paraguaia. O brasileiro, que permanece na sede de operações da Senad, estava foragido desde meados de 2017 e se refugiou no Paraguai para continuar com suas operações de narcotráfico, disse a fonte em um comunicado.

Sua saída do Brasil ocorreu após a “Operação Malote", realizada pela Polícia Federal brasileira e na qual foram confiscados mais de 400 quilos de cocaína e cinco toneladas de maconha. De acordo com a Senad, o traficante liderava no Paraguai uma organização que transferia até 400 quilos de cocaína e toneladas de maconha para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

As autoridades paraguaias aguardam a extradição de Adriano ao Brasil, onde existe uma ordem de prisão contra o mesmo, explicou a pasta.

Você pode gostar
Comentários