Polícia prende suspeito de ameaçar explodir o metrô de São Paulo

Homem telefonava e enviava mensagens com ameaças com objetivo de causar pânico

Por thiago.antunes

São Paulo - A Polícia Civil prendeu hoje um homem que ameaçava explodir o Centro de Controle do Metrô de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado, o suspeito telefonava e enviava mensagens com ameaças para o Metrô com objetivo de causar pânico. O Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade) estava rastreando o rapaz há cinco dias.

O diretor do Decade, Osvaldo Nico Gonçalves, disse que a intenção do suspeito era causar tumulto. “Toda denúncia e informação que recebemos é checada. A Polícia Civil se antecipou e o prendeu. Ele quis brincar com a população, brincar com um assunto sério e agora vai responder a inquérito policial”, informou o delegado, em nota.

Apesar de o homem preso dizer nas mensagens que tinha ligação com o Estado Islâmico, a secretaria estadual disse que não há nenhum vínculo.

A perícia do Instituto de Criminalística fará uma análise da voz do suspeito para comparar com outras ligações recebidas com ameaças. O celular e o computador dele foram apreendidos e serão periciados. Após a prisão, o homem assinou um termo circunstanciado de contravenção por causar alarde e pânico e ameaça e foi liberado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia