Planalto chama de cruel o aumento de casos de brasileiros separados dos pais nos EUA

O governo brasileiro disse esperar que a ordem executiva assinada por Trump nesta quarta-feira acabe com a prática; o vice-presidente americano vem ao Brasil na semana que vem

Por O Dia

Pais têm enfrentado o complexo sistema de imigração americano para conseguir reaver seus filhos
Pais têm enfrentado o complexo sistema de imigração americano para conseguir reaver seus filhos -

Brasília - O Itamaraty esperou o presidente americano, Donald Trump, suspender a política de imigração que separou mais de duas mil crianças de seus pais desde maio para se manifestar sobre as 49 crianças brasileiras separadas dos responsáveis nos Estados Unidos. Para o Ministério das Relações Exteriores, o aumento dos casos configura uma prática cruel e em clara dissonância com instrumentos internacionais de proteção aos direitos da criança. 

"O governo brasileiro espera que a ordem executiva emitida nesta quarta-feira pelo governo norte-americano implique a efetiva revogação da prática de separação entre os menores e seus pais ou responsáveis", diz a nota. 

O Ministério das Relações Exteriores orientou os consulados do Brasil nos Estados Unidos a reforçarem as medidas para a proteção consular aos menores de nacionalidade brasileira, entre as quais:

a) mapeamento de todos os abrigos ao redor do país para a identificação de novos casos; 

b) intensificação do monitoramento e da assistência consular aos menores, com visitas regulares; 

c) orientação a pais/responsáveis de ações legais que podem ser impetradas com vistas à recuperação da guarda e reunificação familiar; 

d) realização de campanhas de esclarecimento, em coordenação com os conselhos de cidadãos brasileiros nos Estados Unidos, sobre os riscos da travessia pela fronteira, em especial com menores de idade; 

e) coordenação e intercâmbio de informações com as repartições consulares dos demais países emissores de emigrantes. 

O governo brasileiro informou que mantém consultas regulares sobre temas consulares com o governo norte-americano.

Vice-presidente americano vem ao Brasil

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, estará no Brasil na próxima semana. Ele passará por Brasília e por Manaus nos dias 26 e 27 de junho. Em discussão, as relações Brasil-EUA e a questão específica da Venezuela.

Em Manaus, Pence, deverá visitar acampamentos de refugiados venezuelanos e hospitais para conhecer o trabalho que o Brasil desenvolve na recepção dos imigrantes do país vizinho.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia