Abert divulga nota de pesar por morte de Boechat

Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão pontua, em texto assinado pelo presidente Paulo Tonet Camargo, que 'estilo inconfundível' do âncora deixa uma lacuna para o jornalismo brasileiro

Por O Dia

Ricardo Boechat morreu em queda de helicóptero nesta segunda-feira
Ricardo Boechat morreu em queda de helicóptero nesta segunda-feira -

Rio - A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) divulgou uma nota na tarde desta segunda-feira lamentando a morte do jornalista Ricardo Boechat, em um acidente de helicóptero em São Paulo. A associação pontua que o jornalista 'de estilo inconfundível' deixa uma lacuna no jornalismo brasileiro. Sua habilidade para se comunicar, acrescenta a nota, é um legado para a comunicação do país. 

'Estamos chorando e vamos chorar muito ainda', diz apresentador da Band

Leia o texto completo:

"A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) lamenta, com profundo pesar, a morte do jornalista Ricardo Boechat, ocorrida nesta segunda-feira (11), em São Paulo (SP). 

Dono de um estilo inconfundível, Boechat honrou a profissão de jornalista, exercida com ética e compromisso com a verdade dos fatos.

Sempre preocupado em levar informação e opinião à sociedade, missão que cumpriu com maestria, Boechat deixa uma lacuna no jornalismo brasileiro.

Sua habilidade em se comunicar com o público é um legado que fica para a história da comunicação do país.

Neste momento de luto para a radiodifusão brasileira, a ABERT presta solidariedade aos familiares, companheiros da BAND, amigos e colegas de trabalho.

Paulo Tonet Camargo

Presidente"

A ABERT é uma organização fundada em 1962, que representa 3,6 mil emissoras privadas de rádio e televisão no país, e tem por missão a defesa da liberdade de expressão em todas as suas formas.

Comentários