General Santos Cruz é demitido da Secretaria de Governo de Bolsonaro

Militar foi demitido após se desentender com Carlos Bolsonaro e, principalmente, Olavo de Carvalho. Escritor, que recentemente defendeu que a Terra é plana, chegou a ser condecorado por Bolsonaro em meio ao embate com Santos Cruz

Por O Dia

Carlos Alberto Santos Cruz foi demitido de Ministério após se desentender com Olavo de Carvalho
Carlos Alberto Santos Cruz foi demitido de Ministério após se desentender com Olavo de Carvalho -
Brasília - O general Santos Cruz deixará a Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro. A demissão foi comunicada pelo presidente em um almoço nesta quinta-feira, no Palácio do Planalto, na presença do general Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.
A demissão foi atribuída ao "desalinhamento" de Santos Cruz com o governo. O general se envolveu em embates com Carlos Bolsonaro – que também havia se desentendido com o primeiro ministro demitido do governo Bolsonaro, Gustavo Bebianno –, e com Olavo de Carvalho, considerado "guru" ideológico e responsável pela indicação de dois ministros. 
Durante os embates com o escritor, Bolsonaro, em nenhum momento, defendeu Santos Cruz, e chegou a condecorar Olavo com a Ordem Nacional de Rio Branco em meio à polêmica – atitude que desagradou a ala militar do governo.
Bolsonaro avalia três nomes para substituí-lo na função. Um dos cotados é o general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, atual chefe do Comando Militar do Sudeste, que é próximo ao presidente.
* Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários